Isis Valverde conta como lida com a impulsividade de Ritinha em novela

Atriz de 'A Força do Querer' revela que tem vontade de ser mãe

Por O Dia

Rio - Ritinha quer viver intensamente e desfrutar da liberdade das suas escolhas. Isis Valverde, que dá vida à 'sereia' de 'A Força do Querer', quer evoluir cada vez mais como intérprete. Os dois quereres se encontraram em janeiro deste ano, três meses antes de a novela de Glória Perez estrear. A atriz faz um balanço positivo de sua participação na trama, que está na sua reta final.

Isis ValverdeDivulgação

"Estou feliz com o resultado que eu vejo e trabalhei para isso. Essa é uma personagem que mergulha sete metros em um tanque no frio, que usa cauda, faz apneia com a perna presa, dança carimbó, corre igual uma maluca no meio da selva, escala árvore, fala de um outro jeito, usa expressões que normalmente você não tem", salienta. "Sou muito chata, perfeccionista. Tenho muitos defeitos e um deles é ser muito exigente comigo. Sempre estou atenta à personagem", completa.

CELEBRIDADE

Depois de ter o filho, Ruyzinho (Lorenzo Berbet), sequestrado pela ex-sogra, Joyce (Maria Fernanda Cândido), Ritinha vira uma fera a partir de amanhã na novela das 21h. A sereia então inicia sua vingança contra a ricaça. Expõe em vídeos nas redes sociais sua guerra contra a família de Ruy, contando que é impedida de ver o próprio filho.

O plano funciona, os vídeos viralizam e Ritinha vira rapidamente uma celebridade da internet, ganhando o apelo popular. A sereia vai até um programa de TV para falar do seu drama em ter o pequeno de volta. "Qualquer mãe viraria uma 'onça' pelo seu filho. Afinal, é um ser indefeso que precisa de você para tudo. Um filho é uma parte de você. Ritinha sabe disso e vai lutar por ele com unhas e dentes, ainda mais por saber que a criança não pertence àquela família", enfatiza Isis.

DESTAQUE

No início da trama, só dava Ritinha na novela de Glória Perez. Mas com o passar dos capítulos - e o pano de fundo saindo da fictícia localidade de Parazinho e indo para o Rio de Janeiro -, a personagem deu lugar a outros destaques, como Jeiza (Paolla Oliveira) e Bibi (Juliana Paes). "Gostei muito do ritmo que a novela tomou, assim todas nós tivemos a oportunidade de descanso para voltar com mais energia e fôlego. E está sendo muito gostoso retomar os assuntos adormecidos da personagem", salienta a atriz, que nas próximas semanas ainda enfrentará os maridos, Ruy (Fiuk) e Zeca (Marco Pigossi), no tribunal pela guarda do filhinho deles (na verdade, dela e de Zeca).

SUSPENSE

Com o final da novela marcado para o dia 20, Isis Valverde dá pistas sobre o desfecho da morena de Parazinho. "A gente tem um mistério que a Glória está deixando trancado. Ela tem muitas cartas na manga. Lógico que a gente abriu muitos caminhos interessantes e que ela me contou as ideias que ela tem, mas eu deixo ela decidir. O que ela decidir vai ser a melhor escolha para a personagem", entrega.

Quando perguntada se Ritinha amava mais o filho ou a si mesma, Isis explica que a personagem segue apenas os próprios instintos. "As sereias têm um amor próprio muito grande. Ela não reflete sobre o que sente, apenas flui! Acho isso perigoso", frisa. E quando o assunto é Ruy e Zeca, a atriz vai além. "Ela não fala que quer ficar com os dois. Ela fala que gosta dos dois. Isso não significa querer. Quem quer ficar com ela são eles", aponta.

FINAL

Um dos possíveis finais para Ritinha é que ela deixará o filho, Ruyzinho, sob os cuidados tanto de Zeca quanto de Ruy. E que ela voltará para as águas de Parazinho, onde nadará livre e solta. "Acredito na magia da personagem, na parte mística em que ela está inserida. Espero mesmo que o final tenha este realismo fantástico, que veio sendo proposto desde o início. Vamos aguardar", desconversa.

SER MÃE

A maternidade na ficção tem mexido com a intérprete de Ritinha. "Fiz 30 anos, tenho muita vontade de ser mãe. Estou apaixonada por ele (Lorenzo)", revela Isis, que namora o empresário e modelo André Resende, há um ano e cinco meses. A atriz conta que tem sentido na pele o sucesso da novela, que na terça-feira passada marcou 48 pontos de audiência no Rio de Janeiro e 45 em São Paulo. "As crianças não falam nada. Apenas correm e me agarram. E não soltam. É uma trava de braço (risos). Acho que a Rita tem essa leveza e brilho, essa vida dentro dela que a criança percebe", derrete-se.

Últimas de Diversão