Flávio Ricco: processo de implantação do sistema digital é considerado vitorioso

Hoje, seguramente, mais de 50 milhões de domicílios estão habilitados para recepção do digital

Por O Dia

Rio - Apesar dos adiamentos do Rio de Janeiro e Belo Horizonte, até como respeito ao consumidor, é inegável que o processo de desligamento do analógico no Brasil veio a se transformar num grande sucesso.

Hoje, seguramente, mais de 50 milhões de domicílios estão habilitados para recepção do digital, ou através de conversores ou aparelhos já apropriados para isso e que acaba se revertendo num consumo muito maior do meio TV.

Não há como discutir.

Num momento de crise, como há tempos atravessa o nosso país, tudo que poderá implicar em maiores custos deve ser conduzido com o cuidado e bom senso necessários. Não há dúvida que está havendo esta atenção.

As mudanças do Rio e BH para o dia 22 próximo é uma prova provada disso.

E o mesmo procedimento deve ser colocado em prática, em relação às etapas de Campinas, Ribeirão Preto e Franca, todas do interior de São Paulo, no fim deste mês, ou a Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre no comecinho do ano que vem.

TV Tudo

Situação difícil

O mercado musical brasileiro atravessa uma das piores crises dos últimos tempos. Situação que vários não conheciam e das mais tristes para a grande maioria. Os shows, que antes sobravam, reduziram-se de maneira muito importante.

Lado curioso

Em se tratando desta crise musical, ela está batendo forte em cima dos mais conhecidos e, por aí, todos os gêneros, inclusive o sertanejo. Uma ou duas apresentações por mês está sendo muito.

Chá de sumiço

É bem o caso de perguntar: por onde andam Wesley Safadão, Israel Novaes ou até mesmo a dupla Maiara e Maraisa que até bem pouco tempo sobravam por aí? Mesmo na televisão essas aparições rarearam meio que bruscamente.

Vitrine do mundo

A televisão é essencial na vida de qualquer cantor popular. Hoje, os programas musicais já não existem em tanta quantidade, diferentemente do passado, mas as poucas janelas que ainda resistem devem ser conservadas.

Chamada no ar

Ontem, por aqui foi destacado o bom desempenho de “Carinha de Anjo” e o trabalho da Leonor Corrêa; o musical da novela parece que vai pelo mesmo caminho. Depois da estreia, neste fim de semana em São Paulo, já estão acertadas apresentações em outras várias capitais brasileiras.

Não tem vida fácil

Antes de dar início às gravações da minissérie “Treze Dias Longe do Sol” a Globo fez seu elenco, principalmente os soterrados, passar por um processo de ensaio bastante intenso. Além da força física, foi muito trabalhado o lado emocional dos atores. Depois de estrear no GloboPlay, agora será exibido na Globo.

Balanço

A Globo já tem todo um levantamento do “grupo de discussão” da novela “Tempo de Amar”. No geral, o saldo foi bem positivo. O trabalho do autor Alcides Nogueira foi destacado, assim como dos seus protagonistas.

Então é assim

Aquele trabalho que a Globo sempre fez em seus estúdios, no Rio, com as escolas de samba cariocas e de São Paulo, para este próximo Carnaval não vai acontecer. As vinhetas serão produzidas a partir do samba enredo de cada uma, cobertas por imagens de desfiles do passado.

Até mesmo

Os espaços que sempre foram abertos nas edições dos sábados, tanto no SP TV como RJ TV, levando carnavalescos aos estúdios do jornal também foram cancelados. Agora serão gravadas matérias nos próprios barracões e depois levadas ao ar. 

Estreia no Viva

Chamadas no ar, já existe uma expectativa das mais interessantes para a exibição de “Grande Sertão: Veredas”, no Viva, a partir de 18 de dezembro. É considerado o maior trabalho da Bruna Lombardi na televisão, dirigida por Valter Avancini.

Bate – Rebate

SBT não terá programas inéditos durante as férias. Só reprises...

... Os inéditos só a partir de 5 de março, depois do Carnaval...

... Todas as produções já foram avisadas sobre a necessidade de selecionar material necessário para o período.

Aliás, em se tratando de SBT, difícil dizer se Silvio Santos é mesmo contra a produção de séries ou sitcons...

... Ainda mais se considerarmos que ele é um declarado seguidor da Netflix...

... É o que sempre repete: como homem de televisão, nos seus momentos de folga, o que menos faz é ver TV...

... O que ele sempre deixou claro é que sejam evitadas séries de reportagens no jornalismo.

Aliás, com muita insistência nos bastidores da Anhanguera, circulam novamente notícias sobre possível volta do “SBT Repórter”...

... Mas observando características de produção diferentes do premiado “Conexão Repórter”, do Roberto Cabrini.

Neste domingo, no “Fantástico”, será levado ao ar a segunda parte do “Fant 360 graus” gravado pela Renata Ceribelli no Canadá.

C´est fini

A tendência, por tudo aquilo que até agora aconteceu, é que as exibições do “Pânico” continuem normalmente nos domingos da Band até o fim de dezembro.

Ou, pelo menos, com edições inéditas até o dia 19 daquele mês. Não houve, pelo menos até agora, nenhum entendimento diferente deste.

Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Últimas de Diversão