Romulo Estrela é disputado por Marina Ruy Barbosa e Bruna Marquezine em novela

'Deus Salve o Rei' estreia no dia 9 de janeiro, na Globo

Por O Dia

Rio - Antes e depois da estreia da novela das 19h da Globo, 'Deus Salve o Rei', no dia 9 de janeiro, todos os olhos estão e estarão voltados para Romulo Estrela, o intérprete do protagonista e príncipe da novela. Após a saída repentina do até então titular do posto, Renato Góes, coube a Romulo assumir a vaga mais cobiçada da trama de Daniel Adjafre. "Somos amigos pessoais. Falei com ele depois disso (substituição). Ele está na torcida", afirma Estrela. "Essa é mais uma grande oportunidade na minha carreira", completa.

Afonso (Romulo Estrela) com Amália (Marina Ruy Barbosa)Divulgação

RESPONSABILIDADE

Quando questionado se pesa a responsabilidade da função de ser protagonista pela primeira vez, Romulo é direto. "Não tenho pensado nisso. Não é algo que recai sobre mim. Vou tranquilo. Tenho ótimos diretores, parceiros de cena e técnicos", elogia.

MARINA E BRUNA

Romulo já estava no elenco da trama desde o começo das preparações, mas seu personagem era outro: o irmão da mocinha, Amália (Marina Ruy Barbosa). Com a mudança, além de contracenar com a ruiva, ele será disputado por ela e Catarina (Bruna Marquezine). "Com a Bruna a gente está gravando pouco. Com a Marina tenho gravado mais. Ela é uma atriz jovem, extremamente talentosa e comprometida com a profissão. Tem sido extremamente produtiva a nossa parceria, temos encontrado um caminho de troca, de jogo de cena, e isso é um sinal de que faremos um belíssimo trabalho juntos", aposta.

FAMÍLIA

Casado com a empresária Nilma - e pai do pequeno Theo, de um ano e meio -, Romulo conta que a mulher é bem tranquila ao saber que o marido será disputado por duas beldades. "A gente tem uma relação muito saudável, com ciúme natural de quem gosta, cuida e quer ver a outra pessoa bem", define. "Tenho uma grande parceria de vida. A minha esposa é uma mulher incrível e tem entendido esse meu momento especial. E como ela trabalha de casa, tem me ajudado nessa demanda com o Theo, e ele sente menos. Se não consigo estar com ele de manhã, consigo no final do dia. Tenho uma família muito linda, que recebeu da maneira mais bonita possível o que aconteceu nesse momento", conta, com orgulho.

ATENCIOSO

O ator ainda afirma que não é um homem tipicamente romântico. "Cuido da minha esposa, do meu filho e dos meus amigos, como sou cuidado por eles. Me considero um cara extremamente atencioso", revela. Como o trabalho de protagonista tem um ritmo mais intenso e é requisitado em vários núcleos, Romulo diz que a ajuda da companheira é fundamental. "A gente é uma coisa só. Eu dou banho no Theo, cuido dele também, dou um descanso para a minha mulher, afinal, a mãe tem que ter o tempo dela. Quando tenho qualquer tempo livre, faço questão de estar com eles", destaca.

Natural de São Luís (MA), Romulo diz que nunca se cobrou para fazer protagonista. "Os desafios chegam à medida que podemos corresponder e é isso que tem acontecido na minha carreira", atesta. Como não tem tido muita folga, o ator tem visto sua popularidade aumentar nas redes sociais. "É natural que as pessoas procurem saber quem é o (intérprete do) Afonso", salienta.

A TRAMA

Na história da novela, o príncipe Afonso (Romulo) sempre foi preparado para assumir o trono do reino de Montemor. Mas o jovem encontra um dilema ao se apaixonar pela plebeia Amália (Marina Ruy Barbosa), do reino vizinho, Artena. Quando a avó do rapaz, a rainha Crisélia (Rosamaria Murtinho) morre, ele toma a decisão de abdicar do trono do reino de Montemor para viver esse amor e se torna um plebeu. O despreparado Rodolfo (Johnny Massaro), irmão caçula de Afonso, vê as responsabilidades do reino caírem em seu colo. A partir de então, as relações entre os dois reinos ficam estremecidas. "Na novela, a gente está falando das escolhas e das consequências que isso causa", lembra.

ESCOLHAS

O ator diz que, quando decidiu ser ator, em 2002, foi uma escolha correta. "Eu sinto que abri mão de algumas coisas e acabo sendo muito agraciado pela minha vida. Apesar de a minha família não morar aqui no Rio - eles moram em São Luís -, estamos sempre em contato. Tive como o Afonso que fazer escolhas, e elas deram certo. Sempre acreditei muito no meu trabalho. Me considero jovem e estou em momento de aprendizado, precisando trabalhar cada vez mais para estar ainda preparado. Nessa profissão, a gente não para nunca", comemora.

INCÊNDIO SUPERADO

O incêndio que destruiu os cenários de 'Deus Salve o Rei', no dia 9 de novembro, está mais do que superado. A equipe reconstruiu os cenários no estúdio A e já está gravando. O diretor artístico da produção, Fabrício Mamberti, relembra o episódio. "Estávamos na primeira semana gravando encantados com o cenário. De repente, em dez minutos tudo tinha desaparecido. Dano material teve, mas o mais importante é que ninguém ficou ferido", comemora Mamberti.

No dia seguinte, por decisão do próprio elenco, eles se reuniram no Projac para um abraço coletivo, com todos usando uma camisa com os dizeres 'Somos Todos Deus Salve o Rei'. "Vimos que estava todo mundo muito bem. Está absolutamente superado. Falei: 'Gente, é importante chorar. Chora'. A gente chorou, dançou, se olhou e saiu para beber. Foi isso que aconteceu claramente", lembra. "E a estreia está mantida para o dia 9 (de janeiro)", reforça o diretor.

Últimas de Diversão