Por thiago.antunes

Rio - Não tem tempo quente para a molecada: o verão é a melhor época para fazer amigos, aprender e se divertir a valer. Tanto que o Rancho Santa Mônica, em Cachoeiras de Macacu, inovou e fez uma segunda edição de sua colônia para a temporada, uma chance para novos grupos de crianças e adolescentes que querem curtir ao máximo as delícias da estação.

Localizado a 105 quilômetros do Rio, o lugar é um oásis de lazer e diversão junto à natureza, além de oferecer uma programação esportiva e cultural especialmente criada para entreter jovens de todas as idades. A proposta é ficar longe da tecnologia aproveitar a natureza. De 28 de fevereiro a 8 de março, o rancho vai receber a turma da segunda temporada da colônia de verão.

O Rancho Santa Mônica%2C em Cachoeiras de Macacu%2C terá atividades entre 28 de fevereiro e 8 de março%2C para recarregar as energias dos jovens para o ano letivoDivulgação

Crianças e adolescentes de 5 a 17 anos podem se inscrever e desfrutar de uma semana inteira de atividades diferentes da rotina da cidade grande. As inscrições podem ser feitas pelo site www.ranchosantamonica.com.br ou através do telefone 2556-5337. Para garantir que o clima vai ser de integração total com os colegas e a natureza, os joguinhos eletrônicos e celulares são proibidos nas dependências da colônia.

“Nosso objetivo é fazer com que as crianças de hoje em dia consigam ser crianças de ‘pé no chão’, brincando descalças e aprendendo que existe vida sem qualquer tipo de aparelhos e jogos eletrônicos”, afirma a coordenadora do rancho, Joyce Rodrigues. 

Coordenadores de colônias dizem que dias sem contato direto com familiares%2C mas com segurança%2C dão independência a crianças e adolescentesDivulgação

E para quem não sabe o que fazer longe da tecnologia, vai descobrir um mundo de agitos na programação extensa da colônia: trilhas ecológicas, acampamento, banhos de cachoeiras, gincana, jantares temáticos, entre outras opções. Para a coordenadora, muito além das brincadeiras e do refresco, as colônias de verão ajudam na formação dos jovens. “Eles se tornam um pouco mais independentes, pois não têm contato com familiares”, ressalta.

Que o diga Guilherme Mello, administrador do Rancho Santa Mônica. Ele se deixou contagiar pela alegria dos verões da juventude e transformou a sua própria experiência como ‘rancheiro’ em filosofia de vida. 

“Eu e meus irmãos frequentamos quatro colônias na Inglaterra, quando eu tinha 5 anos. Foi uma experiência marcante e fundamental para formação do meu caráter independente. No final, eu que nunca tinha saído da barra da saia da mamãe, não queria voltar para casa. Descobri que podia fazer as minhas próprias escolhas, resolver meus conflitos e me inserir em um grupo com uma identidade própria”, afirmou. Quem disse que a alegria do verão termina junto com as férias?

Brincadeiras refrescantes em águas limpas para aliviar os dias quentes do verão: uma ótima opçãoDivulgação

Opções variadas de diversão

Criado em 1979, o Rancho Santa Mônica tem dois milhões de metros quadrados e alia a natureza à infra-estrutura confortável. São 12 chalés divididos para meninos e meninas de todas as idades, brinquedos, piscina, salão de jogos, campos de futebol, vôlei e basquete, quadra de futevôlei, espaço de apresentações culturais. Em todas as acomodações e atividades há monitores, além de nutricionista que criou cardápio com quatro refeições diárias.

Você pode gostar