Por tabata.uchoa

Rio - Eliminada com 80% dos votos em disputa contra Marcelo, Aline comentou sua saída do "Big Brother Brasil". "É rejeição isso, né? Eu vou mudar de planeta porque de país não vai adiantar", brincou. Ela ainda contou que não estava atuando e que mostrou quem realmente é no reality show.

"Sou praticamente uma travesti. Eu sou expansiva, teatral, mas não é fake. Sou chata assim mesmo. Talvez esse excesso de verdade cause estranhamento. Todo mundo é muito político", afirmou.

Aline diz que é heterossexualDivulgação

A ruiva também comentou o beijo que deu em Clara e Vanessa durante uma festa no programa e disse que é heterossexual. "O rótulo me incomoda. Eu posso conhecer uma mulher e achá-la linda e maravilhosa e casar. Não vou dizer nada, não quero levantar bandeira. Beijei as meninas porque me deu vontade e tudo é possível", garantiu.

Ao contrário de Aline, Dona Ledi, mãe da ruiva, teve uma boa aceitação do público. A atriz contou que tinha esperanças que a presença de Ledi no reality show "amenizasse" sua rejeição. "Não digo que eu fosse ficar, mas pensei que de repente fosse dar uma amenizada por causa da minha mãe, mas não deu certo", disse.

Ela também contou que sempre sonhou em jogar um copo de bebida na cara de alguém, como fez com Marcelo durante uma briga. "Me defendi de uma agressão. Quando vi aquele copo de água e aquela carona do Marcelo... Nunca fiz isso na minha vida e morria de vontade".

Ledi se declara para Bial

Eliminada junto com a filha, Ledi proporcionou mais um momento divertido no "BBB". Depois de abraçar Aline, ela se declarou para Pedro Bial. "Eu estou muito orgulhosa, a minha filha é um prêmio que Deus me deu", disse. "Bial, você é um gato", completou a mãe da ruiva.

Você pode gostar