Unidos do Porto da Pedra perde um de seus fundadores

Nei Sebastião da Silva, o Lelego, foi presidente da escola em 1996

Por O Dia

Lelego foi um dos fundadores da Porto da PedraDivulgação

Rio - A Unidos do Porto da Pedra está de luto. Será enterrado nesta terça-feira, ao meio-dia, o corpo de Nei Sebastião da Silva, o Lelego. Fundador e presidente da escola em 1996, o sambista morreu nesta segunda-feira, aos 72 anos, em decorrência de um câncer.

O corpo de Lelego, como era conhecido, será sepultado no Cemitério de São Gonçalo. O velório será durante na madrugada desta terça no Espaço Cultural Porto da Pedra.

Em nota divulgada pela assessoria de imprensa, o presidente da agremiação, Fabio Montibelo, lamentou a perda do baluarte.

"'A folia no mundo – um carnaval dos carnavais' (samba da escola em 96) agora, mais do que nunca será nosso hino de força e garra. Levaremos a figura alegre e apaixonada de Lelego conosco. Estamos profundamente consternados com esse momento mas sabemos que agora teremos mais um motivo para entrar fortes na avenida", disse.

Últimas de Carnaval