Por raphael.perucci

Rio - A Caprichosos deu um novo passo para o Carnaval 2014. Além do início da escolha do seu hino, na última quinta-feira, a escola anunciou a contratação de um novo reforço. Sidney Machado, também conhecido como Chopp, passará a fazer parte da diretoria musical, unindo-se ao compositor Almir de Araújo, que já integrava a agremiação.

Se depender de Araújo, essa parceria tem tudo para dar certo. Para ele, os anos de amizade irão colaborar para a execução de um bom trabalho. "O trabalho do Chopp já conhecemos de outros carnavais. Com certeza ele irá nos ajudar muito, somando muito com a escola. Tenho certeza que vai dar muito certo", afirma o compositor.

Chopp (D) posa com o presidente Cezar Thadeu e o intérprete Thiago BritoDivulgação


O presidente da agremiação, Cezar Thadeu, engrossa o coro e mostra entusiasmo com a ida de Chopp para a Caprichosos. "Ele é uma pessoa diferenciada no carnaval e, além de tudo, meu amigo. E isso foi uma escolha da nossa diretoria, apenas acatei, sabendo que isso vai nos ajudar muito no carnaval". Segundo Thadeu, a parceria foi uma união de dois talentos. "O Almir é uma pessoa maravilhosa.Sou fã dele, não só como compositor, mas também no trabalho dele na parte musical. Eu espero muito dessa dupla", completa.

Conhecido da escola de outros carnavais, Chopp retorna motivado. "A Caprichosos pode esperar de mim tudo o que eu sei dentro do carnaval. A Caprichosos que eu gosto, que fiquei por alguns anos na harmonia. O pessoal aqui na escola pode ficar tranquilo, que eu e Almir vamos realizar um grande trabalho dentro da agremiação", promete.

Começam eliminatórias de samba

Já visando à escolha do hino, a agremiação deu início às eliminatórias. Na quinta-feira (18), a Chave Azul deu o pontapé inicial na disputa com 11 sambas. No final da noite, três foram eliminados. Com isso, seguem na disputa:

Jorginho Moreira, Frank, Rafael Gigante, Victor Rangel, Max Colonna e Edinho de Pilares

Lee Santana, Eli Penteado, Geraldo Rodrigues, Zé Carlos, Fuc e Jurandir Terra

Sales, Édson baiga, Walter do Engenho, Renato de Pilares, Tuninho Farias e Farias do IAPI

Almir de Araújo

Galdino, Grande, Janjão, Queilo, Eduardo do Vilar e Marcelo JF

Sylvinho, Dudu Mendes, Tuil Pontes, Geraldo Filho e Claúdio Bacana

Xande de Pilares, Betinho de Pilares, Gilson Bernini, Dudu Botelho e Jassa

Nei Negrone, Marquinho Lessa e Ernani Missa

Você pode gostar