Mangueira vai reabrir Palácio do Samba com grande festa no sábado

Após obras estruturais, escola retoma atividades na quadra com feijoada

Por O Dia

Rio - Depois de dois meses de obras estruturais e de modernização, a quadra da Estação Primeira de Mangueira reabrirá no próximo sábado, dia 10, com a tradicional feijoada da escola.

O prédio da entrada – que é tombado pela Patrimônio Histórico e abriga um auditório, o Centro de Memória e a área VIP dos eventos - foi totalmente recuperado. O telhado de toda a área foi reformado e o teto retrátil voltará a funcionar. Os banheiros são novos e ganharam até sistema de exaustão.

Quadra da Mangueira foi totalmente reformada e ganhou pinturaDivulgação


Interditada há seis meses pela Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, a quadra teve que se adaptar às novas exigências de segurança. Agora o espaço conta com duas saídas de emergência. Uma delas foi criada na lateral esquerda e possui nove metros de diâmetro.

Nova saída de emergência

Para construir esta saída, a agremiação precisou comprar a casa onde viveu Mestre Delegado, posteriormente demolida para abrir caminho até a rua. A outra saída de emergência fica na entrada e conta com 15 metros. A entrada da quadra também ganhou roletas móveis e modernas.

Palácio do Samba ganhou saída de emergência e reforma total nos camarotes e instalações elétricasDivulgação


A quadra não era reformada desde a década de 1970 e foi encontrada pela nova administração em péssimo estado de conservação e de estrutura. “Recuperamos inclusive os tons originais de verde e rosa previstos no estatuto de criação da escola”, informou o presidente Chiquinho da Mangueira.

Rosa, Carlinhos de Jesus e porta-bandeira Squel serão apresentados

A reabertura da quadra será da forma mais tradicional possível: às 10h, as escadarias do Palácio do Samba serão lavadas pelas baianas com água do mar, do rio e de cachoeira, além de água de cheiro.

Chiquinho da Mangueira posa no palanque da bateria. Diretoria fará homenagem a Mestre Tinguinha%2C fundador da ala%2C na paredeDivulgação

Ao meio-dia os portões serão abertos ao público, que poderá se divertir com uma roda de samba comandada pelos grupos Art Júnior e Regente. Depois haverá show com o cantor Reinaldo, o Príncipe do Pagode.

A feijoada será servida até 19h, quando a programação será encerrada com show da bateria “Tem que respeitar meu tamborim”, regida por Mestre Ailton. Sambas antológicos da Mangueira serão relembrados na voz de Luizito, intérprete oficial da agremiação.

O ingresso custa R$ 30 e já inclui a feijoada. Durante o evento, o presidente Chiquinho da Mangueira vai apresentar as novas contratações, entre elas a carnavalesca Rosa Magalhães, o coreógrafo Carlinhos de Jesus e a porta-bandeira Squel.

No carnaval 2014, a escola apresentará o enredo “A festança brasileira cai no samba da Mangueira” e será a quarta escola a desfila no domingo de carnaval.