Por tamyres.matos

Rio - As disputas de samba-enredo nas escolas do Grupo Especial estão com iniciantes de peso neste ano. Um deles é Elymar Santos, que após duas décadas como destaque nos desfiles da Imperatriz Leopoldinense, decidiu aceitar o convite de dois amigos de infância, Guga e Tião Pinheiro, e engrossar o time que defenderá o samba em homenagem a Zico, o eterno camisa 10 do Flamengo. Jorge Aragão e Péricles, sucessos absolutos nos palcos, também estão nessa nova ‘aventura’.

Elymar Santos no desfile da Imperatriz%2C no ano passado%3A 'Foram 20 anos dizendo não%2C mas mudei de ideia'Fernando Souza / Agência O Dia

“Foram 20 anos dizendo não, mas mudei de ideia. Não sei o que será de mim se a Imperatriz passar na avenida homenageando o Zico. Vou ficar enlouquecido. Mas este tipo de coisa eu só faço pela minha escola. Nunca faria por outra. Jamais”, diz Elymar.

Na atual campeã, Tunico da Vila, autor do badalado samba de 2013, trocou o pai, Martinho, e outro supercraque, Arlindo Cruz, por nomes iniciantes no ramo: a atriz Suzana Pires e o músico e multi-instrumentista Pedro Luís.

“A ideia surgiu do Tunico, que convidou o Pedro Luís, o Thales Nunes e a mim para compormos o samba com ele. Está sendo uma experiência nova, desafiadora e também divertida. Vamos com calma, divulgando o samba para a comunidade, fazendo as apresentações na quadra, chegando junto com simplicidade”, diz Susana, com os pés no chão, próprios de quem está se aventurando pela primeira vez no ramo.

DO BLOCO À ESCOLA

Pedro Luís não é propriamente um personagem fora do Carnaval. Afinal, é um dos fundadores do badaladíssimo Monobloco. Mas em se tratando de escola de samba e Sapucaí, o máximo de proximidade que tinha era a paixão pelo Salgueiro.

“Acho que sou a maior surpresa no ramo. O Carnaval é algo incrível. Sempre fui um grande admirador das escolas de samba. Nasci na Tijuca, sou Salgueiro, mas sempre estive lado a lado com a Vila. É uma agremiação que tem bom ambiente, muito simpática. Quando conheci o Tunico acabamos brincando de sermos parceiros de samba e rolou”, contou Pedro.

Grande Rio terá Péricles e Jorge Aragão

A Grande Rio terá dois craques do pagode disputando samba-enredo pela primeira vez: Jorge Aragão e Péricles. A dupla de peso está no time de Arlindo Neto (filho do bamba Arlindo Cruz), Junior Fragga e Júnior Scafura, filho do bicheiro Piruinha.

“É muito bacana fazer samba com dois grandes ídolos e, agora, amigos também. Aragão, que é um dos maiores poetas do samba, e o Pericão, que é um dos maiores cantores do Brasil, são dois caras que eu sou fã. Admiro o trabalho deles desde pequeno”, vibra Arlindo Neto, o Arlindinho.

Derrota não abalará grupo

Sucesso de público fora das quadras da escolas de samba, Elymar Santos, Péricles, Jorge Aragão & Cia não temem a derrota na escolha do samba. Como exemplo, eles têm Erasmo Carlos, que em 2011 concorreu na Beija-Flor para homenagear o amigo Roberto Carlos, que era enredo da escola, e acabou derrotado.

“Minha vaidade não ultrapassa o amor que tenho pela Imperatriz. Se o meu samba ganhar, vai ser ótimo. Se não ganhar, vou desfilar com a mesma alegria e empenho”, promete Elymar.

Você pode gostar