Zico: 'Samba me arrepiou e lembra o grito da torcida'

Enredo da Imperatriz, ex-craque diz que desafio da escola é maior que o do Fla na Copa do Brasil

Por O Dia

Rio - Maior ídolo do Flamengo e homenageado no enredo da Imperatriz Leopoldinense no Carnaval de 2014, Zico prevê que o desafio da escola de samba de Ramos é maior do que o do Flamengo em ganhar a Copa do Brasil — as finais contra o Atlético-PR acontecem nos dias 20 e 27 deste mês.

>>> GALERIA: Veja fotos da visita de Zico ao barracão

“Acho que é mais fácil o Flamengo ganhar, porque ele só concorre com um time agora e tem duas chances para jogar. Já a Imperatriz concorre com 11 escolas ao mesmo tempo e só tem uma chance”, brincou o Galinho, ontem, ao visitar, pela primeira vez, o barracão da agremiação, na Cidade do Samba.

Zico beija a bandeira da escola entre o mestre-sala%2C Feliphe Lemos%2C e a porta-bandeira%2C Rafaela TheodoroAlexandre Brum / Agência O Dia

Zico, no entanto, fez questão de dizer que está confiante na vitória dos dois: Flamengo e Imperatriz. O enredo ‘Arthur X - O reino do Galinho de Ouro na corte da Imperatriz’ vai exaltar a vida e a carreira do ex-jogador, maior artilheiro do Maracanã, com 333 gols. “Me sinto muito honrado. Com tantos campeões no Brasil, escolheram justo a mim como homenageado. O samba-enredo me arrepiou e lembra o grito da torcida. A escalação do time vai estar lá. Também convidei o Pelé, o verdadeiro Rei do Futebol”, contou, sempre humilde, o ex-craque.

A escola levará para o Sambódromo sete carros e Zico virá no último, junto com a ‘corte da Imperatriz’. A família do ídolo estará ao lado dele no desfile.

Elymar Santos, que também já foi enredo da escola, é um dos autores do samba e vai estrear como compositor na Marquês de Sapucaí. “É a única coisa que nunca vivi. Queria deixar minha marca popular na escola do meu coração. Acredito que marquei um gol”, empolgou-se.

O carnavalesco Cahe Rodrigues, autor do enredo, afirma que foram muitas pesquisas para mostrar o herói por trás do futebol. “Sinto cheiro do título”.

Dia de visitas ilustres

O tradicional bloco Cordão da Bola Preta deu o pontapé inicial na folia reunindo um time de astros da música e personalidades do Carnaval, no último domingo. A quadra ficou pequena para a multidão que foi prestigiar os cantores Maria Rita e Neguinho da Beija-Flor, padrinhos do bloco. Animadíssima, Maria Rita sambou e vestiu a camisa do desfile de 2014. Depois de serem homenageados no palco, ela e Neguinho receberam as faixas para ostentar os respectivos títulos.

Outra estrela do Carnaval também prestigiou o evento: Selmynha Sorriso, a porta-bandeira da Beija-Flor, emprestou sua simpatia e samba no pé para a festa da agremiação. O evento foi organizado para apresentar a nova corte e coroar a rainha do Bola, Patrícia Pontes, que ganhou a aprovação e o carinho dos ‘súditos’.