Odilon elogia mestres e mostra grande expectativa para as baterias neste ano

Longe do Sambódromo, veterano ressalta preocupação com andamento apresentado, mas acredita em boas apresentações

Por O Dia

Rio - Após fazer história como mestre de bateria em diversas escolas, Odilon Costa não vai comandar ritmistas esse ano. No entanto, mesmo distante, o veterano segue atento aos preparativos das baterias para mais um desfile. Odilon, que deixou o comando da bateria da Ilha após o último desfile, acredita num belo espetáculo dos ritmistas do Grupo Especial. Sempre enfático com sua preocupação com andamento que as escolas vêm apresentando, ele mostra empolgação com o que tem visto nas quadras do Grupo Especial.

Na última terça, Odilon esteve no ensaio da São Clemente e acompanhou um pouco do que a dupla Caliquinho e Gil está preparando. A expectativa é a melhor possível quanto ao trabalho da Fiel Bateria.

Odilon mostra boa expectativa para as baterias do Grupo Especial em 2014Reprodução Facebook

"A São Clemente promete grandes mudanças. Ano passado já se apresentou muito bem, com um andamento um pouco mais lento. O trabalho que eles estão fazendo é bem legal, chegaram a mudar sua afinação e ajustar algumas coisas. É de se esperar uma grande bateria na Avenida", disse Odilon, que também exaltou a preparação da Mocidade.

"Eles estão fazendo um bom trabalho, aprimorando todas as batidas. Estão focados num grande objetivo e correndo atrás da batida perfeita da caixa da escola. Acho que eles virão com uma bateria mais fortalecida neste ano. Estão fazendo ensaios com muita vontade, muita garra. Essa questão da caixa é uma das maiores identidades deles e tenho certeza que vão meter bronca nisso", comentou.

Experiência conta muita

De outro lado, o veterano também aposta positivamente em um dos mestres mais experientes. Quando o assunto é sobre o amigo Ciça, Odilon não poupa elogios. Mesmo com um estilo diferente do acostumado pelo comandante, a bateria da Grande Rio é também bastante aguardada.

"O Ciça sempre vem com coisas diferentes, ele gosta disso. Aposta muito nas paradinhas, e gosta de um andamento mais à frente. Mesmo sendo uma coisa que não é muito do meu gosto, ele consegue manter bem o andamento mais acelerado e já afirmei muitas vezes que daria nota 10 pra ele. Ele sempre mostra um ritmo muito bom", afirmou.

Sobre as revelações, Odilon também se mostra otimista. Para a estreia de Capoeira no Grupo Especial, o primeiro ano sozinho de Wallan na Vila Isabel e a chegada de Thiago Diogo na Ilha, a expectativa é grande.

"O Capoeira vem com um andamento mais na frente e isso sempre foi uma característica dele, temos que respeitar. De outro lado temos o Thiago fazendo um trabalho bem legal na Ilha e o Wallan, que já mostrou que não é de bobeira e vem preparando um trabalho antigo. Esse ano vai ser bem legal", comentou.

Odilon espera show das baterias do Grupo Especial Divulgação

Confira opinião de Odilon sobre as demais baterias do Grupo Especial:

Mangueira: Mestre Ailton
"Acho que o Ailton vai ficar mais à vontade neste ano. O Ivo sempre gostou de fazer alguma coisa, dar alguma ideia, e agora será algo mais direcionado. Gosto das aventuras do Ivo, mas todo mundo gosta de estar mais solto. Muitos vão falar, dar ideias, mas esse ano vai ser algo mais próprio"

Portela: Mestre Nilo
"É um trabalho muito bom. O Nilo é um garoto que temos que olhar com bons olhos. Ele tem mostrado uma grande vontade de trabalhar, uma grande preocupação com sua bateria. Eles estão se apresentando muito bem ultimamente e acredito que não será diferente neste ano"

Beija Flor: Mestres Rodney e Plínio
"A bateria deles tem uma definição muito boa nas afinações, isso se destaca. Eles também adotam um bom andamento sempre mantido, fazem o dever de casa certinho. Tem a questão do Laíla não gostar muito de paradinha, mas eles fazem sempre um trabalho muito coeso, muito legal"

Salgueiro: Mestre Marcão
"O Marcão está colocando umas novidades bem legais, está arriscando bonito. Ele tem uma equipe excelente, uma garotada que fortalece muito. É um trabalho muito bem feito, com muitas bossas, inclusive. É de se esperar uma bela apresentação deles também"

Imperatriz: Mestre Noca
"O falecido Marcone deixou uma bateria muito boa na Imperatriz e o Noca vem fazendo um ótimo trabalho também. No ano passado eles já fizeram uma boa apresentação e o trabalho vem sendo muito bem mantido. Estão se aprimorando em diversos aspectos"

Tijuca: Mestre Casagrande
"A bateria da Tijuca é uma coisa de louco, já no ensaio técnico do ano passado pude conferir mais de perto. Eles apresentam aquele andamento mais seguro, mais lento. Acho bem legal. É sempre um bom ritmo apresentado, mesmo convivendo com as questões de harmonia querendo influenciar no andamento, isso é uma coisa que podemos ver com facilidade e não é legal"

Últimas de Carnaval