Ilclemar Nunes completa 30 anos como jurado do Grupo Especial

Julgador do quesito Mestre-Sala e Porta-Bandeira planeja livro contando experiências no Carnaval

Por O Dia

Ilclemar%2C que está completando 30 anos como jurado%2C é o decano do grupo escolhido pela LiesaAlexandre Brum / Agência O Dia

Rio - O desfile de 2014, quando o Sambódromo fará 30 anos, será muito especial para Ilclemar Nunes. Formado em Letras e professor de Teatro, ele completará três décadas no júri da Liesa que avalia o Grupo Especial. Aos 72 anos, o decano do grupo formado por 40 pessoas julga o quesito Mestre-Sala e Porta-Bandeira.

“Adoro Carnaval, sou viciado nesse troço. Não faço por dinheiro e nem por vaidade. Gosto de participar do júri porque acho a dança do casal uma das coisas mais bonitas do mundo. Todos passam na Avenida com o coração na mão e temos a responsabilidade de dar nota para o trabalho deles”, conta.

Ilclemar, que mora em Fortaleza e vem para o Rio sempre faltando dois meses para o desfile, quer lançar um livro em 2015 contando as experiências vividas na Sapucaí.

A obra vai se chamar ‘Ao meu cortês — o suave bailado dos casais de mestre-sala e porta-bandeira na Sapucaí.’ 

No dia 12, a Liga encerrará o curso anual voltado para a turma. Cada um deles recebe um pró-labore de R$ 3.300 para atuar nos dois dias de apresentações e pode levar um acompanhante para a Passarela.

Últimas de Carnaval