Cordão da Bola Preta comemora aniversário do Rio

Tradicional bloco carnavalesco promete novidades no desfile de sábado para homenagear a cidade

Por O Dia

Rio - O Cordão da Bola Preta, maior e mais tradicional bloco carnavalesco do Rio, desfila neste sábado de carnaval, mas esse ano com um motivo a mais para celebrar: o aniversário do Rio de Janeiro. No próximo dia 1º de março, o bloco - que tem 96 anos de folia no carnaval de rua carioca - espera receber mais de 2,5 milhões de foliões na Avenida Rio Branco, a partir das 9h.

Além das tradicionais marchinhas de carnaval e sambas enredo, o bloco promete uma paradinha da banda da Bola para cantar “Parabéns” pelos 449 anos da cidade maravilhosa.

Bloco homenageará o aniversário da cidade maravilhosaHoton Ventura / Divulgação

"Vamos parar a Rio Branco para uma homenagem digna dessa Cidade Maravilhosa. Serão mais de 2,5 milhões de foliões apaixonados cantando o maior e mais animado parabéns para você de todos os tempos! O Rio merece essa energia!", conta animado Pedro Ernesto Marinho, Presidente do bloco.

O desfile oficial do Cordão da Bola Preta 2014 tem como tema "Paz, amor e folia, todos por um Rio de mil Maravilhas". Da Côrte Real fazem parte os destaques: madrinha Maria Rita, padrinho Neguinho da Beija-Flor - pela primeira vez na história do bloco -, porta estandarte Leandra Leal, rainha Patrícia Pontes e musa das musas Selminha Sorriso. Todos com a presença garantida.

O Cordão da Bola Preta, fundado em 1918, é um dos mais antigos blocos de carnaval do país e último representante remanescente dos antigos Cordões Carnavalescos que existiam no Rio de Janeiro no início do século 20.

Bola preta na Sapucaí

Esse ano, o bloco será homenageado pela Estação Primeira de Mangueira, que leva para a Sapucaí em uma de suas alas a turma "Folião da Bola Preta". O presidente Pedro Ernesto e a porta-bandeira Leandra Leal sairão como destaques da agremiação.

Serviço
Sábado 1º de Março - Concentração 7h30 - Saída: 9h. Local: Avenida Rio Branco (esquina com a Av. Presidente Vargas) - até a Cinelândia. Banda: Maestro Carlinhos e 34 músicos


Últimas de Carnaval