Por thiago.antunes

Rio - Agora é pra valer: no sábado será dada a largada oficial da festa. O primeiro dia coincide com o aniversário de 449 anos da cidade. E é aí que começa um dos mais tradicionais festejos de Momo no Rio: os desfiles dos blocos de enredo e dos blocos de embalo na Avenida Rio Branco.

Cacique de Ramos e Bafo da Onça são os mais famosos até hoje, pela competição acirrada que rendeu histórias memoráveis para a crônica carioca. Os blocos de enredo desfilam apenas no sábado, das 21h às 3h, enquanto os blocos de embalo ocupam os três dias seguintes: 14 no domingo, 16 na segunda e 18 na terça, a partir das 14h. O programa é de graça e um dos melhores do nosso Carnaval.

Vedete do Bola

O Cordão da Bola Preta vai cantar junto com seus milhões de foliões o ‘Parabéns’ para o Rio, que comemora aniversário no mesmo dia de seu desfile. Com seus 96 anos, o Bola faz homenagem esse ano também à vedete Virginia Lane, que faleceu este mês, e a música ‘Sassaricando’ será o hino da celebração. O bloco vem com convidados de honra como Neguinho da Beija Flor, Leonardo Bessa, Selminha Sorriso e Leandra Leal. Para atender os foliões, haverá três postos médicos com UTIs no Largo da Carioca, Buraco do Lume e Cinelândia.

Bola Preta faz homenagem à vedete Virginia LaneJoão Laet / Agência O Dia

Baile multicultural

Imperdível! O Boitatá faz seu baile no domingo, das 9h às 15h, na Praça 15, com convidados pra lá de especiais. Destaque para o bandolinista Hamilton de Holanda, que faz sua estreia no Carnaval carioca, e todo o cortejo musical, que terá Roberta Sá, Teresa Cristina, Áurea Martins, Marquinhos de Oswaldo Cruz, Eduardo Gallotti, Mariana Bernardes, Pedro Miranda, Mariana Baltar, Luiza Dionízio, Edu Neves e Tia Maria do Jongo da Serrinha.

Artistas de Santa Teresa

Badalo de Santa Teresa, bloco de embalo que desfila há 42 anos na Avenida Rio Branco, ganhou da artista plástica Ana Durães o desenho da camiseta para este Carnaval, que traz 182 nomes de artistas que viveram ou vivem no bairro. O bloco desfila sob o comando da bateria Chapa Quente de Mestre Celinho, e faz ensaio hoje, às 19h, no Largo das Neves.

Clube do Samba

O Clube do Samba faz 35 anos e desfila na terça com o enredo ‘200 anos de MPB – Centenário de Lupicínio Rodrigues e Dorival Caymmi’. A concentração, às 14h, na esquina de Av. Atlântica com Santa Clara, terá a tradicional roda de samba. Participam bambas como Nelson Sargento, Ernesto Pires, Paulo Cesar Feital, Edmundo Soto, Didu e Gisa Nogueira. Quem assina a camiseta do bloco é Ziraldo

Clube do Samba faz 35 anosDivulgação

Biografia não autorizada

Barbas reúne para uma foto histórica de 30 anos, antes do desfile de sábado, Nelsinho Rodrigues, Cid Benjamin, Cristina Buarque de Holanda, Nei Barbosa, Helô Mello e toda a turma que frequentava o antigo bar que deu nome ao bloco, reduto da boemia carioca na década de 80. Com o enredo ‘30 Anos – Uma Biografia Não Autorizada’, desfila às 16h pelas ruas de Botafogo, com seu tradicional banho do carro-pipa e um grande baile no final.

Barbas reúne para uma foto histórica de 30 anos%2C antes do desfile de sábado%2C toda a turma que frequentava o bar que deu origem ao blocoPublius Vergilius / Ginga Fotos

Confetes

Criado por moradores do Grajaú, Meu Face no Teu Book sai na terça, às 15h, com Loucademia do Samba e bateria do Salgueiro. A cantora Joyce Cândido canta de sambas antigos ao samba reggae. A concentração acontece na Rua Mearim, em frente ao tradicional Bar do Adão.

‘Eu sou a mosca que perturba o seu sono’ é o tema do Toca Rauuul!, inspirado em ‘A mosca na sopa’, de Raul Seixas, para ilustrar o momento atual de protestos e reforçar a ideia de que o roqueiro é atemporal. Outras influências do rock estarão na seleção musical que vai animar a galera no domingo, na Praça Tiradentes. A concentração acontece às 14h.

Entre sábado e terça-feira, o Bangu Shopping vai oferecer ao público infantil ‘Bailinhos de Carnaval’. A atração é gratuita e vai acontecer no Espaço Bobinadeiras.

O Coração das Meninas esse ano volta à Praça da Harmonia, seu berço original. E, para celebrar, à partir de 14h de domingo, o bloco vai servir macarronada à bolonhesa aos foliões que chegarem cedo na concentração. O prato é preparado pela presidente da Liga da Zona Portuária, Rosiete Marinho.

Tem baiana no samba do Meu Bem Volto Já! A já tradicional ala das baianas azuis do bloco do Leme vem esse ano vestida de Iemanjá. Meu Bem desfila na terça, às 15h, com nova bateria, agora sob o comando de Mestre Penha, que já responde pelo Simpatia É Quase Amor e Escravos da Mauá.

É inadmissível que vândalos resolvam acabar com a festa dos foliões, como aconteceu domingo no Bloco da Preta. A resposta tem que ser mesmo parar o bloco e chamar a polícia para levar em cana quem não respeita a diversidade e a diferença. Não tem lugar pra essa turma no Carnaval!

A colunista é Rita Fernandes

Você pode gostar