'Considero injusta a vitória da Unidos da Tijuca', diz Viviane Araújo

Rainha de bateria do Salgueiro contesta a perda de pontos importantes da sua escola durante apuração

Por O Dia

Rio - Com lágrimas, a rainha de bateria do Salgueiro, Viviane Araújo, contestou o resultado da apuração do desfile das escolas de samba, nesta quarta-feira. Segundo ela, a vitória da Unidos da Tijuca foi injusta, já que, na sua opinião, sua escola não merecia ter perdido pontos em diversos quesitos.

Viviane Araújo ficou emocionada com as notas do SalgueiroVania Cunha / Agência O Dia

"Perdemos décimos em quesitos como alegorias e fantasias. Considero injusta a vitória da Unidos da Tijuca, mas o que me conforta é ver a reação do público salgueirense neste momento. Isso mostra quem foi o verdadeiro campeão do Carnaval", diz Viviane.

O Salgueiro terminou na vice-colocação, atrás apenas 0,1 da Unidos da Tijuca. Mesmo com o desabafo de Viviane Araújo, os torcedores vibraram com o segundo lugar. Logo após o fim da apuração, os 4 mil torcedores que lotaram a quadra levantaram e realizaram uma salva de palmas ao desfile da Vermelha e Branca. Em seguida, o samba deste ano, "Gaia, a vida em nossas mãos", foi cantado de pé pelos salgueirenses.

Últimas de Carnaval