'Expectativa pelo título é muito grande', diz Mestre Casagrande

Mestre da Unidos da Tijuca está apreensivo com a leitura dos quesitos de apuração. Nota da bateria será usada como forma de desempate, caso haja necessidade

Por O Dia

Rio - Casagrande, mestre de bateria da Unidos da Tijuca, está apreensivo com a leitura dos quesitos de apuração, que acontece na tarde desta Quarta-Feira de Cinzas, na Praça da Apoetose, no Sambódromo. Acontece que, neste ano, a nota da bateria é que será utilizada como quesito de desempate, caso haja necessidade.

"A expectativa pelo título é muito grande. Fomos muito bem no desfile deste ano e a nossa responsabilidade só aumentou porque agora a bateria é o quesito de desempate", disse Mestre Casagrande, que está reunido com a comunidade tijucana.

A Unidos da Tijuca é uma das favoritas ao título de campeã do Grupo Especial do Carnaval 2014. Caso fique em primeiro lugar, os tijucanos irão comemorar com uma festa regada a muita cerveja. Fernando Horta, presidente da agremiação, mandou reservar 10 mil latinhas, que serão distribuidas para a comunidade na quadra.

Por volta das 15h, a quadra da Unidos da Tijuca, na Avenida Francisco Bicalho, na Região Portuária, ainda estava vazia. Pouco a pouco o público ia chegando para a apuração do Grupo Especial do Carnaval carioca.

>>> LEIA MAIS: Liesa define ordem de leitura das notas da apuração

Últimas de Carnaval