Dívidas destronam clã dos Alves na Vila Isabel

Liesa confirma que escola deve mais de R$ 5 milhões. Presidente Wilsinho deve renunciar a cargo e seu pai, Wilson Moisés, desistir de candidatura

Por O Dia

Rio - A dinastia da família Alves na Vila Isabel ruiu de vez. Ainda nesta semana, o atual presidente da escola, Wilson da Silva Alves, o Wilsinho, deve renunciar ao cargo. Seu pai, o ex-presidente Wilson Vieira Moisés, que era líder em uma chapa concorrente à de Elizabeth Aquino, Dona Beta, também vai desistir da candidatura. A reviravolta chega uma semana após a Liesa confirmar que as dívidas da azul e branco são superiores a R$ 5 milhões.

Com as possíveis mudanças, restará apenas a chapa de Dona Beta na competição, o que pode lhe render o título por aclamação. “Ainda não estou sabendo de nada (sobre a renúncia de Wilsinho). As coisas estão acontecendo muito rápido, nem sei o que dizer. Mas vamos aguardar para ver no que vai dar isso tudo”, declarou Dona Beta, que é vice-presidente de Wilsinho e pode assumir o controle da escola de Noel assim que ele renunciar, como diz o estatuto.

Falta de pagamento a funcionários, afastamento do carnavalesco Cid Carvalho e atraso nas fantasias culminaram em um desfile lamentávelAndré Luiz Mello / Agência O Dia

Nos bastidores da escola, há rumores de que Wilsinho sairá da presidência direto para o cargo de diretor de carnaval na chapa de Dona Beta. E sua mãe, Rita de Cássia, que cuida das fantasias, continuará na mesma função. Já Móises, se afastará de vez do carnaval. Ontem, Dona Beta alegou que ainda não foi procurada pela família Alves. “Não recebi nenhum pedido, mas também não poderia me comprometer com nada porque a eleição ainda não ocorreu”, explicou a vice-presidente. Wilsinho e Móises deverão se pronunciar oficialmente nos próximos dias por meio de uma carta aberta.

Há 10 dias, uma assembleia extraordinária na agremiação, com a presença do ex-presidente da escola, Ailton Guimarães Jorge, o Capitão Guimarães, e o diretor da Liesa, Coronel Hélio, tornou pública a crise financeira da Vila. Só para fornecedores, o débito ultrapassa a casa dos R$ 5 milhões. Em matéria divulgada pelo DIA em março, a agremiação já colecionava 42 pendências comerciais no Serasa e nove títulos protestados.

Durante a assembleia, o Capitão Guimarães, que foi o grande mentor de Móises, declarou total apoio à Dona Beta. “O atual presidente, Wilsinho, é um garoto que conhece pouco de carnaval, não serve pra administrar. Meu apoio é para Beta, da comunidade, uma pessoa que tem condições de resolver os problemas administrativos, que não são poucos”, declarou Guimarães.

Wilson Moisés, ex-presidente, sai da disputa e favorece Dona BetaAndré Luiz Mello / Agência O Dia

Bem antes do carnaval deste ano, a Vila passou por períodos conturbados com falta de pagamento a funcionários, afastamento do carnavalesco Cid Carvalho e atraso de fantasias e alegorias. O desfile caótico da escola, com carros inacabados e alas sem figurino, rendeu o décimo lugar.

A data para as eleições ainda não foi marcada, no entanto ela deve ocorrer até a segunda semana de maio, conforme prevê o estatuto. Na semana passada, a direção da Vila anunciou uma reunião de prestação de contas para o dia 24. Nesse encontro, Wilsinho vai apresentar um relatório de todas as despesas de maio de 2013 a abril de 2014.

Últimas de Carnaval