Blocos e bate-bolas receberão verba de R$ 1 milhão

Chamada pública para a seleção de projetos foi aberta ontem. Foliões, ranchos, escolas mirins e bandas, entre outros, podem se candidatar

Por O Dia

Rio - A dois meses do Carnaval, agremiações, bandas, grupos e blocos correm contra o tempo para fazer bonito na festa do Momo. Aqueles que não conseguiram cobrir todas as despesas terão a chance de obter patrocínio do governo do estado para desfilar pelas ruas do Rio e do interior. A Secretaria Estadual de Cultura abriu, nesta terça, edital para selecionar projetos que, somados, receberão até R$ 1 milhão.

Serão contempladas 13 categorias. O menor valor, de R$ 50 mil, será oferecido aos bailes populares e eventos carnavalescos. Escolas de samba fora da capital, ranchos, afoxés, bois pintadinhos, grupos de clóvis ou bate-bolas e folião original receberão até R$ 60 mil. Em seguida, vêm as escolas de samba mirins, com R$ 80 mil, e as bandas, que levarão até R$ 100 mil. Os tradicionais blocos de embalo concorrem a R$ 120 mil, e as escolas dos grupos B, C e D, a R$ 220 mil no total. A maior quantia (R$ 250 mil) será distribuída para os blocos de enredo.

Grupos de clóvis poderão concorrer a uma verba de R%24 60 milMarcos Britto / Agência O Dia

A escolha dos contemplados levará em conta a tradição da projeto cultural e seu impacto na comunidade onde atua, além da qualidade técnica, a originalidade da proposta. “Esse dinheiro vai ajudar muito na confecção dos abadás e na compra de instrumentos novos. Para levar todos os integrantes do bloco Aymoré da Penha até o Centro do Rio temos que pagar ônibus e lanche”, disse o presidente do bloco de embalo, Jalmir Talismã.

A verba será paga em cota única. As inscrições devem ser feitas até dia 14 pela internet (www.cultura.rj.gov.br). Outras informações, por e-mail (editaldecarnaval2015@gmail.com) ou telefone (21- 2216-8500).