Mangueira exalta a força feminina de suas raízes

Enredo, inspirado em Benito Di Paula, homenageia também brasileiras e leva Alcione, Lecy Brandão e Rosemary à Sapucaí em desfile que vai exalar a rosas

Por O Dia

Rio - Transbordando emoção, a Estação Primeira de Mangueira quer fazer de seu enredo, sobre mulheres mangueirenses, uma homenagem a todas as mulheres do país: “Agora, Chegou a Vez, Vou Cantar: Mulher da Mangueira, Mulher Brasileira, em Primeiro Lugar”. E para isso, a escola vai contar a trajetória de nomes como a de Vó Lucíola, uma das primeiras moradoras da Mangueira, em um desfile em que todos os carros e alas terão as cores verde e rosa da agremiação.

Antes mesmo de terminar a sinopse sobre o enredo, o carnavalesco Cid Carvalho já estava em lágrimas. “Chorei escrevendo o texto. Achei até que não fosse terminar. Esse enredo é emocionante. Fala das mulheres da Mangueira e da raça da mulher brasileira”, contou. O cantor Benito di Paula, autor de ‘Mulher Brasileira’, inspiração de Cid, confirmou ontem sua participação no desfile. “A escola precisava de um enredo desses, que valoriza os ícones do próprio morro. Na história, teremos Tia Fé, Tia Ciata e dezenas de mulheres que marcaram época”, apontou o carnavalesco.

O carnavalesco Cid Carvalho%2C no barracão da Mangueira%3A carros e alas terão as cores verde e rosa e vão homenagear Vó Lucíola%2C Tia Fé%2C Tia CiataFernando Souza / Agência O Dia

O carro abre-alas terá mais de 60 metros de rosas, que vão exalar perfume durante o trajeto na Marquês de Sapucaí. As baianas, com figurinos de rosas, também ganharão borrifadas de essência da flor. Nos detalhes dos carros alegóricos, o trabalho manual salta aos olhos. Na segunda alegoria, vasos de vime demoraram mais de dois meses para serem confeccionados. Em outro carro, há uma escadaria em que corrimão foi todo trabalhado a mão. “É o que eu chamo de carnaval retrô. Voltamos aos velhos tempos quando se dava valor ao acabamento das alegorias”, explicou Cid.

Um setor só sobre as cantoras vai ganhar destaque na Mangueira, com a presença de Alcione, Lecy Brandão e Rosemary. No quarto carro, o Morro da Mangueira vai reunir a beleza da mulher brasileira. Cada região ganhará uma homenagem. O Norte terá a beleza de Iara; Nordeste, a rainha do maracatu; Oeste, a rainha das flores; Sul com a Festa da Uva; e o Sudeste, a rainha de bateria. O desfile termina com um culto às Marias. “É a hora de mostrar a mulher que é mil e uma utilidades, que cuida da casa e dos filhos”, completou Cid.

Reaberta venda de ingressos

Quem não conseguiu comprar ingressos para assistir aos desfiles do Grupo Especial, terá nova chance na segunda. A Liesa disponibilizou 17.407 bilhetes das arquibancadas especiais e cadeiras individuais para a venda. Do total, 2.620 serão destinados aos compradores de outras localidades, não atendidos pelo código de área 21.

Esses ingressos chegaram a ser reservados no atendimento do dia 7 de janeiro, mas os interessados não fizeram o pagamento no prazo estipulado. Para garantir uma entrada, é preciso ter em mãos o CPF. A Liga não vai aceitar novas reservas de pessoas que deixaram de pagar da primeira vez. O formato de venda será por telefone. Os números estão disponíveis no site www.liesa.globo.com. As reservas deverão ser pagas no dia 21 no estande do Bradesco montado no Sambódromo atrás do Setor 11. Outra orientação é sobre os assentos, que podem não ser sequenciais.

Sai lista de júri de Acesso

A Riotur e a Liga das Escolas divulgaram, ontem à noite, os 40 nomes que irão compor a bancada de jurados da Série A, que elege as campeãs do Grupo de Acesso, no Carnaval 2015. Entre os estreantes, estão Monica Costa (Enredo), Ana Cristina Peixoto (Fantasias), Rebeca Kaiser (Alegorias) e Paulo Rodrigues (Mestre-sala e Porta-bandeira). Levi Cintra e José Antonio já estavam no último ano, mas inverteram quesitos. Trinta e quatro jurados vieram do Grupo Especial.

Clique para conferir a lista do júri da Série A

Claudia Leitte esquenta a Sapucaí

A segunda rodada dos ensaios técnicos do Grupo Especial neste fim de semana terá Mocidade e Mangueira que vão levar ao público uma amostra do que os foliões verão no Carnaval. A rainha de bateria da escola de Padre Miguel, a cantora Claudia Leitte, estreante na folia carioca, é presença confirmada no domingo. A Mocidade vai mostrar o enredo ‘Se o Mundo Fosse Acabar, me Diz o que Você Faria se Só te Restasse um Dia?’, do carnavalesco Paulo Barros.

Paulo Barros e Claudia Leitte%2C rainha da escola de Padre MiguelReprodução


A nação mangueirense promete fazer bonito no Sambódromo no domingo, mas um dia antes, no sábado, a festa verde e rosa será na quadra, a partir das 22h30, com a coroação da rainha de bateria Evelyn Bastos. No sábado, a Império da Tijuca e Acadêmicos do Cubango, da Série A, farão seus ensaios técnicos na Sapucaí, a partir das 20h. A entrada é gratuita.

Últimas de Carnaval