Por karilayn.areias

Rio - Uma onda azul e branca invadiu o Parque de Madureira ontem, para acompanhar o bloco Timoneiros da Viola. Mais de dez mil pessoas entoaram canções do compositor Paulinho da Viola e de Cartola, o grande homenageado da festa. Mais cedo, no Centro, a cantora Preta Gil arrastou 350 mil foliões em seu bloco. Em um protesto contra o preconceito, casais promoveram um ‘beijaço’ durante o desfile.

No Parque Madureira%2C o Timoneiros da Viola arrastou mais de 10 mil foliõesFernando Souza / Agência O Dia

O quarto Carnaval do Timoneiros foi dedicado ao cantor e compositor Cartola. “É uma honra para mim e esta homenagem tem algo muito especial. Lá atrás, Cartola foi muito ligado ao povo da Portela e foi uma pessoa que deu força para tanta gente e inclusive para mim”, declarou Paulinho, que neste ano, fez seu bloco no Parque de Madureira pela primeira vez. “Resolvemos colocar um formato diferente, com palco em vez de trio, pois o público do bloco não estava mais cabendo na rua”, explicou o presidente do Timoneiros, Vagner Fernandes.

Apaixonados por Cartola, o casal de namorados Juliane Westin, 23 anos, e Gabriel Vieira, 25, levaram para o Parque de Madureira, uma moldura do restaurante Zicartola, que pertencia ao cantor e sua esposa, Dona Zica. “É lindo de ver essa homenagem de Paulinho ao Cartola. Conseguiram unir as músicas de dois grandes sambistas num lugar só”, contou Juliane.

O Bloco da Preta também estava de casa nova. Por conta das obras na Avenida Rio Branco, por onde o cortejo passava nos últimos anos, a folia da cantora foi para Presidente Vargas. "A experiência deste bloco vai servir como uma nova diretriz para o carnaval de rua do Rio. A Presidente Vargas é a melhor opção para todos os blocos", declarou Preta.

Chegada de Paulinho da Vila contagiou os foliõesFernando Souza / Agência O Dia

Sobre o trio, ela cantou uma marchinha para incentivar os foliões a participar do ‘beijaço’. "Como é que é gente? Vamos beijar!", conclamou, depois de reparar certa timidez entre os foliões. De acordo com a organização, o recorde mundial de beijos, que era de 38 mil pessoas, foi quebrado, mas o número de casais não foi divulgado.

Quem não ficou de fora do beijo foi o casal Roberto Freire, 23, e Flavia Dutra, 19. "Nos conhecemos num bloco ontem, e hoje passaremos a folia juntos. Tem que beijar mesmo", contou a jovem. Pequenas confusões também foram registradas na passagem do cordão. Um homem foi agredido após roubar uma carteira e um celular, sendo retirado do bloco em seguida pelos organizadores. Dois homens também tentaram invadir a área exclusiva para a passagem dos trios elétricos e foram imobilizados pelos seguranças particulares da festa. Ninguém foi preso.

Pela manhã, outros blocos também fizeram suas festas nas ruas do Centro. O Fogo e Paixão arrastou, pelo menos, 20 mil pessoas, com o desfile em homenagem ao Chacrinha. O cantor Wando, morto em 2012, também recebeu o carinho dos foliões, que cantaram ao som do bumbo. As escadarias do Cais do Valongo, na Região Portuária, que por anos receberam a chegada de escravos vindos da África, abrigaram mais de cinco mil foliões no desfile do Escravos da Mauá.Um grupo de pernas-de-pau chamava a atenção de quem passava por lá.

A Secretaria Municipal de Ordem Pública multou 184 mijões e rebocou 167 veículos nos desfiles de pré-Carnaval, ontem.

Você pode gostar