Popular, família ou ‘doente do pé’: conheça alguns perfis de foliões dos blocos

Não importa qual sua fantasia ou seu gosto musical: o Carnaval tem espaço para todos os perfis. Escolha o seu

Por O Dia

Rio - Hoje tudo é Carnaval e quarta-feira nada volta ao normal... Que Chico Buarque perdoe o trocadilho, mas não dá para deixar a festa acabar nem o barco correr sem saber que tipo de folião é você. Com centenas de blocos espalhados pela cidade, fica difícil saber para que lado lançar as serpentinas. Tem gente que não abre mão das tradições. Outros fogem de todas elas. Mas seja o típico arroz de festa ou o mais seletivo dos foliões, há sempre alguns blocos sob medida para você. 

Da esq. para a dir.%2C os foliões%3A Flora e a mãe%2C Raquel Velho%2C Lienne Aragão%2C Danilo Pena e ET%2C Pillar Costa e Thiago BusgosMaíra Coelho / Agência O Dia


Se a performance é a coisa mais importante da festa, é preciso dar duro na criação das fantasias. A musicista Lienne Aragão, de 23 anos, por exemplo, é aplicada na escolha dos balangandãs. “Cato tudo na Saara (Sociedade de Amigos das Adjacências da Rua da Alfândega). Pego roupas minhas e vou colando ou costurando adereços nelas. Fiz minha saia de maracatu e alguns estandartes”, diz ela, que, além de pular, toca e canta em blocos como o Rio Maracatu, Maracutaia e Agytoê.

A jornalista Raquel Velho, de 39 anos, e sua filha Flora, de 6, também capricham no estilo, sempre combinando suas fantasias. A diferença é que a dupla prefere se juntar a blocos que reúnem papais, mamães, titias, periquitos e papagaios. “Minha filha sai todos os anos comigo, desde que tinha 2 anos. Já nos vestimos de sereias, havaianas... E agora sairemos de espanholas”, conta Raquel, que não perde um desfile sequer do Que Caquinha é Essa? e do Meu Bem Volto Já.

Mas se a palavra de ordem é “chega mais todo mundo” e o que atrai é a tradição das marchinhas, a atriz Pillar Costa, de 23, está lá. Depois de insistir por oito anos para cruzar a corda do Bola Preta, ela enfim conseguiu seu objetivo e, de quebra, recebeu o convite para ser musa dos foliões do Bola 2015. É que, modéstia à parte, ela sabe que nasceu para sambar. A paixão pelo bloco transcendia a distância de sua casa em Minas Gerais, onde nasceu e passou a infância, e o centro do Rio de Janeiro, onde todo Carnaval risca o asfalto.

“Ficava alucinada quando via o Bola pela TV. A primeira vez em que subi no trio deles foi alucinante. É muito bom poder olhar para frente e ver um mar de gente brincando”, lembra-se Pillar.

Todos respeitam a tradição de blocos como o Bola Preta ou a Banda de Ipanema, que — parabéns para ela — completa hoje cinco décadas de folia. Mas há os que preferem se manter longe de suas multidões ou simplesmente são adeptos de outras ondas sonoras.

De alguns anos para cá, o folião ‘doente do pé’ tem conquistado cada vez mais espaço na Festa de Momo. Blocos embalados por ritmos que fogem dos tradicionais sambas e marchinhas foram a salvação da folia na vida de muita gente, como o DJ e produtor Thiago Burgos, de 27.

“Há uns três anos, tenho opções como o Toca Rauuul (dedicado a Raul Seixas), o Sargento Pimenta (homenagem aos Beatles) e o Thriller Elétrico (que toca Michael Jackson). Antes disso só me restava beber!”, brinca ele, que também é do tipo resistente a grandes aglomerações — talvez porque nunca tenha trocado uma ideia com o ET.

Figurinha fácil e onipresente do Carnaval carioca, o boneco do filme de Steven Spielberg já ‘se embriagou’ com alguns ‘bloqueiros’ e até foi padrinho de casamento de outros. Ele consegue a proeza de ser dono de dois títulos conflitantes: ao mesmo tempo em que é o maior arroz de festa, também é a estrela do seletivo Vamo ET. Lá, pode chegar quem quiser, mas o local e hora da aterrissagem de sua nave não costumam ser muito divulgados. Coisas de extraterrestre.

“Eu e dois amigos alugamos um apartamento mobiliado, onde encontramos o ET. Ele virou o mascote da casa. Um dia, de brincadeira, resolvemos levá-lo para pular Carnaval, e foi o maior sucesso, virou do povo”, conta o produtor e jornalista Danilo Pena, de 33. E se até o ET, que nem é deste planeta, tem um bloco para chamar de seu, prepare as purpurinas, seja você quem for, seja o que Deus quiser! 

- FOLIÃO SELETIVO

Esse ‘bloqueiro’ não se joga em qualquer folia. Ele pensa bem, seleciona e segmenta para escolher o tipo de bloco que tem a ver com ele antes de vestir a fantasia e sair de casa.

HOJE

CENTRO

BLOCO DOS APOSENTADOS. Bloco da Federação da Associação de Aposentados e Pensionistas do Estado do Rio de Janeiro. Centro. Buraco do Lume (Av. Nilo Peçanha, esquina com Rua Graça Aranha), às 17h.

RIVAL SEM RIVAL. O bloco homenageia grandes nomes do samba. Centro. Rua Álvaro Alvim 33, às 20h.


ZONA OESTE

VESTIU UMA CAMISINHA LISTRADA E SAIU POR AÍ. Promovido pelo Sindicato dos Bancários do Rio. Centro. Rua Miguel Couto, às 18h.


ZONA SUL

BAGUNÇO. Banda Bagunço faz sua versão Carnaval. Urca. Avenida Pasteur, às 18h.

BLOCO VIRTUAL. Surgido na Internet, o bloco mistura MPB, forró e reggae. Leme. Concentração: Av. Atlântica, posto 1, às 17h (sai às 18h).

CARDOSÃO DE LARANJEIRAS. Reúne foliões das proximidades do bairro. Laranjeiras. Rua General Glicério, às 11h.

VAGALUME O VERDE. O bloco tem o propósito de divulgar e apresentar questões e ações menos impactantes à natureza. Jardim Botânico. Rua Jardim Botânico (esquina com Rua Pacheco Leão), às 10h.


AMANHÃ

CENTRO

MULTIBLOCO. O tema do ano é o Tropicalismo, adaptado aos ritmos de Carnaval. Lapa. Rua Henrique Valadares 17-B, às 11h.


ZONA SUL

TOCO-XONA. Para meninas que gostam de meninas. Botafogo. Praça Joia Valansi, às 15h.

TRUQUE DO DESEJO. Fanfarra de pagodes dos anos 90. Glória. Praça do Russel, às 11h.


ZONA NORTE

MULHERES DE ZECA. Os clássicos de Zeca Pagodinho em vozes femininas. Madureira. Parque de Madureira, às 13h.


DOMINGO

CENTRO

BLOQUETE. Com DJs de várias festas, promete ciclone de glitter. Centro. Arco do Teles, às 15h.


TERÇA-FEIRA

ZONA SUL

BAGUNÇA MEU CORETO. Marchinhas e sambas. Laranjeiras. Praça São Salvador, às 11h.

VAMO ET. Com um boneco de ET como mascote, o bloco tem público fiel e caráter quase secreto. Glória. Praça do Russel, às 10h.


QUARTA-FEIRA

CENTRO

PLANTA NA MENTE. Defende a legalização da maconha. Lapa. Arcos da Lapa, 14h20.


ZONA SUL

ME BEIJA QUE EU SOU CINEASTA. Reúne estudantes de cinema e cinéfilos. Lagoa. Parque dos Patins, às 10h.


- FOLIÃO APLICADO

Na Quarta-feira de Cinzas, o folião aplicado já estará bolando a fantasia do próximo ano, desenhando modelo e comprando tecido. Para ele, Carnaval é coisa séria, e o modelito tem que estar impecável. 

AMANHÃ

ZONA NORTE

MARCHA NERD. Seja com Darth Vader ou ‘Game of Thrones’, as fantasias nerds são a regra aqui. Tijuca. Praça Xavier de Brito, às 10h.


SEGUNDA-FEIRA

CENTRO

BUNYTOS DE CORPO. Vista sua roupa de banho, pois o tema do ano é ‘Nada Sincronizado’. Centro. Praça Tiradentes, às 16h.

CINEBLOCO. Fantasias inspiradas nos grandes personagens das telonas. Centro. Praça XV, às 19h.


ZONA SUL

PEGA NO MEU PAU DE SELFIE E BALANÇA. O objeto que dá nome ao bloco é item obrigatório. Largo do Machado, às 17h45.


TERÇA-FEIRA

CENTRO

AGYTOÊ. A regra vale para homens e mulheres: não economize no dourado e no brilho, solte o cabelo e se jogue no glitter e na purpurina. Centro. Largo de São Francisco, às 20h.

BLOCO DAS PIN-UPS. Pode caprichar bem na fantasia de pin-ups. Centro. Praça Tiradentes, às 14h.


QUARTA-FEIRA

CENTRO

SUPER MARIO BLOCO. Os personagens do video game inspiram as fantasias do bloco. Santa Teresa. Mirante do Rato Molhado, às 16h.


ZONA SUL

MULHERES RODADAS. Vista sua saia mais rodada e se prepare para girá-la. Catete, Largo do Machado, às 10h.


- FOLIÃO POPULAR

Esse folião curte os blocos ‘de grife’, aqueles mais conhecidos, e não se importa em enfrentar uma multidão (que pode chegar a milhões) para curtir os cordões mais tradicionais da cidade.

HOJE

CENTRO

BANDA DA SÁ FERREIRA. Copacabana. Av. Atlântica (esquina com Rua Sá Ferreira), às 17h30.

BLOCO DAS CARMELITAS. Santa Teresa. Rua Almirante Alexandrino Altura 4098, às 13h (sai às 15h).

EMBAIXADORES DA FOLIA. Centro. Buraco do Lume (Av. Nilo Peçanha, esquina com Rua Graça Aranha), às 20h.


ZONA SUL

BANDA DO LIDO. Copacabana. Praça do Lido, às 19h.

ROLA PREGUIÇOSA TARDA MAS NÃO FALHA. Ipanema. Av. Epitácio Pessoa (esquina com Rua Maria Quitéria), às 20h.


AMANHÃ

CENTRO

BANDA DE IPANEMA. Ipanema. Praça General Osório, às 17h30.

CÉU NA TERRA. Santa Teresa. Largo dos Guimarães, às 7h.

CORDÃO DO BOLA PRETA. Centro. Rua Primeiro de Março (esquina com Rua do Rosário), às 7h (sai às 9h30).

CORDÃO DO PRATA PRETA. Centro. Praça da Harmonia, às 16h.


ZONA NORTE

BANDA DE MADUREIRA. Madureira. Rua Carvalho de Souza, às 16h.


ZONA OESTE

BANDA DA FREGUESIA. Freguesia. Estrada dos Três Rios (em frente ao Largo da Freguesia), às 18h.

VIRILHA DE MINHOCA. Bangu. Rua Fonseca 930, às 19h.


ZONA SUL

BANDA DA SÁ FERREIRA. Copacabana. Avenida Atlântica (esquina com Rua Sá Ferreira), às 17h30.

BLOCO DO BARBAS. Botafogo. Rua Arnaldo Quintela, às 16h.

EMPOLGA ÀS 9. Copacabana. Avenida Atlântica (em frente à Rua Rainha Elizabeth), às 11h.

REBARBAS. Botafogo. Praça Mauro Duarte, às 17h.


DOMINGO

CENTRO

BLOCO BAFO DA ONÇA. Centro. Avenida Graça Aranha, às 19h.

CACIQUE DE RAMOS. Centro. Avenida Graça Aranha (esquina com Avenida Nilo Peçanha), às 20h.

CORDÃO DO BOITATÁ. Centro. Praça XV, às 9h.

CORDÃO DO BOITOLO. Centro. Igreja da Candelária, às 7h.


ZONA OESTE

VIRILHA DE MINHOCA. Bangu. Rua Fonseca 930, às 19h.


ZONA SUL

BANDA DA SÁ FERREIRA. Copacabana. Avenida Atlântica (esquina com Rua Sá Ferreira), às 17h30.

SIMPATIA É QUASE AMOR. Ipanema.Praça General Osório, 14h (sai às 16h).

QUE MERDA É ESSA? Ipanema. Rua Garcia D'Ávila (esquina com Rua Nascimento Silva), às 14h30 (sai às 15h).


SEGUNDA-FEIRA

CENTRO

CACIQUE DE RAMOS. Centro. Avenida Graça Aranha, às 21h.


ZONA SUL

BLOCO DE SEGUNDA. Botafogo. Cobal do Humaitá, às 14h (sai às 16h).


ZONA OESTE

VIRILHA DE MINHOCA. Bangu. Rua do Fonseca 930, às 19h.


TERÇA-FEIRA

CENTRO

BLOCO DAS CARMELITAS. Santa Teresa. Concentração: Rua Almirante Alexandrino (esquina com Rua Aragão Reis), 8h (sai às 10h).

CACIQUE DE RAMOS. Centro. Avenida. Graça Aranha (Esquina com Avenida Nilo Peçanha), às 18h.


ZONA OESTE

VIRILHA DE MINHOCA. Bangu. Rua Fonseca 930, às 19h.


ZONA SUL

BANDA DE IPANEMA. Ipanema. Praça General Osório, às 15h (sai às 17h30).

BANDA SÁ FERREIRA. Copacabana. Avenida Atlântica (esquina com Rua Sá Ferreira, às 17h30.

CACHORRO CANSADO. Flamengo. Praça José de Alencar, às 17h.

GALINHA DO MEIO-DIA. Copacabana. Av. Atlântica (esquina com Av Princesa Isabel), às 17h.

LARGO DO MACHADO, MAS NÃO LARGO DO COPO. Catete. Largo do Machado, 18h.


- FOLIÃO FAMÍLIA

O folião família vai aos blocos com os amigos, os vizinhos, a namorada ou namorado, os filhos, os cachorros, os cachorros dos amigos, o papagaio, o periquito — folia para ele é em grupo.

HOJE

CENTRO

ESCORREGA, MAS NÃO CAI. Reúne famílias e amigos. Saúde. Praça da Harmonia, às 21h.


AMANHÃ

ZONA NORTE

BLOCO CLUBINHO DO SAMBA. Infantil. Méier. Rua José Veríssimo, às 10h.

BLOCO INFANTIL SEMENTES DO SAMBA. Infantil. Vila Isabel. Concentração: Rua Visconde de Abaeté (esquina com Av. Vinte e Oito de Setembro), às 16h.


ZONA OESTE

GERIATRIA E PEDIATRIA. Tradicional bloco do bairro, é ponto de encontro de famílias e amigos. Campo Grande. Rua Professor Gonçalves, às 20h.


ZONA SUL

DE PALHAÇO E LOUCO TODO MUNDO TEM UM POUCO. Reúne famílias e amigos. Laranjeiras. Rua General Glicério, às 14h (sai às 18h).


DOMINGO

ZONA OESTE

GERIATRIA E PEDIATRIA. Reúne famílias e amigos. Campo Grande. Rua Professor Gonçalves, às 20h.


ZONA SUL

BANDA DO LIDINHO. Versão da Banda do Lido para os pequenos. Copacabana. Praça do Lido, às 15h.

CORAÇÃO DAS CRIANÇAS DA ROCINHA. Infantil. Rocinha. Rua 4, às 19h.

FANFINHA. Versão infantil do Fanfarani. Botafogo. Praça Chaim Weizmann, às 10h.
QUE CAQUINHA É ESSA? Versão do Que Merda É Essa? para os pequenos foliões. Ipanema. Rua Garcia D’Ávila (em frente ao Bar Paz e Amor), às 9h.


SEGUNDA-FEIRA

ZONA OESTE

GERIATRIA E PEDIATRIA. Reúne famílias e amigos. Campo Grande. Rua Professor Gonçalves, às 20h.


ZONA SUL

BANDA INFANTIL. Versão infantil da tradicional Banda de Ipanema. Praça General Osório, às 15h30.

CORAÇÃO DAS CRIANÇAS DA ROCINHA. Infantil. Rocinha. Rua 4, às 19h.

LARGO NO MACHADINHO, MAS NÃO LARGO DO SUQUINHO. Versão infantil do bloco Largo do Machado, Mas Não Largo do Copo. Catete. Largo do Machado, às 10h.


TERÇA-FEIRA

ZONA OESTE

GERIATRIA E PEDIATRIA. Reúne famílias e amigos. Campo Grande. Rua Professor Gonçalves, às 20h.


ZONA SUL

CORAÇÃO DAS CRIANÇAS DA ROCINHA. Infantil. Rocinha. Rua 4, às 19h.

MEU BEM, VOLTO JÁ. Reúne famílias e amigos. Leme. Av. Princesa Isabel, às 15h (sai às 17h).


- FOLIÃO DOENTE DO PÉ

Ele não gosta de samba, mas não perde a folia de jeito nenhum! Rock, pop, funk, maracatu, MPB, baião: tem sempre aquele bloco para agradar a quem é ‘doente do pé’.

AMANHÃ

CENTRO

TERREIRADA CEARENSE. Música nordestina. Aterro do Flamengo. Monumento dos Pracinhas, às 14h.


ZONA NORTE

É PRA QUEM POP. Pop em versão folia.Tijuca. Rua General Roca (Em frente à Praça Saes Peña), às 15h.


ZONA SUL

BLOCO DA FAVORITA. Funk em ritmo de Carnaval. São Conrado. Av. Prefeito Mendes de Moraes (esquina com Rua Herbert Moses), às 10h.

NOITES DO NORTE. Música paraense. Aterro do Flamengo. Jardim do MAM, às 18h.

OLODUNÊ, S’IL VOUS PLAÎT!!!! Grupo de franceses tocando Olodum. Glória. Praça Paris, às 15h.


DOMINGO

CENTRO

BLOCO DUS IMPUSSIVI (IMPUSSIVI SAMBA ROCK). Ritmos carnavalescos misturados ao rockl. Centro. Rua Lélio Gama, às 16h.

EXALTA REI. Clássicos do Rei Roberto Carlos. Centro. Praça Tiradentes, às 13h.

TOCA RAUUUL. Raul Seixas em versão de Carnaval. Centro. Praça Tiradentes, às 16h.


ZONA NORTE

AFRO DAN ARA. Música afro. Vila Isabel. Rua Visconde de Abaeté (esquina com Rua Torres Homem), às 18h.

CABLOCO MUDERNO. Carimbó, samba de raiz, samba de cacete, rock’n’roll. Vila Isabel. Praça Barão de Drummond, às 10h.

THRILLER ELÉTRICO. Michael Jackson cai no Carnaval. Vila Isabel. Praça Barão de Drummond, às 10h.


ZONA SUL

NEW KIDS ON THE BLOCO. Boy bands e muito pop anos 90 caem no samba. Copacabana. Rua Miguel Lemos, Copacabana, às 16h.


SEGUNDA-FEIRA

ZONA SUL

BRASÍLIA AMARELA. Homenagem aos Mamonas Assassinas. Copacabana. Rua Miguel Lemos, às 16h.

SARGENTO PIMENTA. Releitura carnavalesca dos clássicos dos Beatles. Aterro do Flamengo. Entre o MAM e a Marina da Glória, às 15h.


ZONA NORTE

FUNK IN BLOCO. Funk em ritmo de Carnaval. Tijuca. Em frente a Praça Saens Peña), às 15h.


TERÇA-FEIRA

ILHA DO GOVERNADOR

BLOCK’N ROLL. Rock’n’roll em versão Carnaval. Ribeira. Praça Iaiá Garcia, às 18h.


CENTRO

MARACUTAIA. Maracatu dá o tom da festa. Praça XV, às 17h.


ZONA SUL

ORQUESTRA VOADORA. Releituras de músicas que vão de ‘Top Top’, de Os Mutantes, a ‘Know Your Enemy’, da banda Rage Against the Machine. Aterro do Flamengo, na altura da Praça Luis de Camões, às 15h.

RIO MARACATU. Maracatu. Ipanema. Av. Vieira Souto (Posto 8), às 8h.

Últimas de Carnaval