'É preciso assumir nossa negritude', diz Raíssa Machado, rainha da Viradouro

Agremiação vai falar sobre a história dos negros no Brasil

Por O Dia

Rio - O Rio de Janeiro e suas muitas maravilhas. Para onde se olha, há um lindo espaço para apreciar. Completando 450 anos, a Cidade Maravilhosa serve como inspiração para as nossas rainhas de bateria. Algumas delas posaram em pontos turísticos da cidade.

Raíssa Machado%2C a rainha de bateria da ViradouroErnesto Carriço / Agência O Dia

E se o assunto é festa, nada melhor do que começar falando da Unidos do Viradouro. De volta ao grupo especial, depois de quatro anos no Acesso, a escola está confiante. Com o enredo ‘Nas Veias do Brasil, é a Viradouro em um dia de graça!’, a agremiação vai falar sobre a história dos negros no Brasil.

“Mostraremos que é preciso assumir a nossa negritude para ser muito mais Brasil”, diz Raíssa Machado, rainha de bateria da agremiação, que posou na Lagoa Rodrigo de Freitas.

Famosos que irão desfilar

Nando Cunha, Carol Nakamura, Paula Lima, Lázaro Ramos e Paulo Gustavo mostrarão que têm samba no pé no desfile da Unidos do Viradouro.

Últimas de Carnaval