Imprensa estrangeira repercute vitória da Beija-Flor

BBC e outros veículos europeus mostraram como a escola de samba teria sido financiada pelo ditador Teodoro Obiang

Por O Dia

Rio - A vitória da Beija-Flor repercutiu na imprensa estrangeira. A escola de samba de Nilópolis venceu o Carnaval deste ano com um enredo polêmico, em homenagem a Guiné Equatorial. De acordo com jornais estrangeiros, como BBC, The Wall Street Journal, entre outros, a agremiação teria recebido dinheiro do ditador Teodoro Obiang, o que foi negado pela direção da escola.

BBC diz que Beija-Flor ganhou Carnaval apesar de ligação com ditadorReprodução Internet

A manchete da BBC diz que "Beija-Flor vence Carnaval apesar de ligação com Obiang". Ainda de acordo com o jornal, a Anistia Internacional pediu transparência no financiamento dos desfiles.

Em Malabo, capital da Guiné, não houve nenhuma menção à vitória da escola de samba na imprensa.Na agência oficial do governo e praticamente o único meio de comunicação oficial do país, não existe nenhuma referência ao fato de o Brasil ter homenageado a Guiné no Carnaval do Rio.

Apenas jornais da oposição ao governo, que precisam hospedar seus sites fora do país, registraram que a comitiva da Guiné veio ao Brasil e viveu no luxo enquanto a população passa fome.

Beija-Flor homenageia Guiné Equatorial na Marquês de SapucaíFoto%3A Severino Silva / Agência O Dia

Leia mais:

Patrocínio de ditador para a Beija-Flor vira motivo de polêmicas na Internet

Internautas ironizam vitória da Beija-Flor



Últimas de Carnaval