Beija-Flor define nesta quinta-feira seu samba em eleição direta

Diretor de Carnaval Laíla inova e diz que componentes subirão ao palco e votarão, abertamente, no hino da escola para o próximo ano

Por O Dia

Rio - Atual campeã do Carnaval, a Beija-Flor de Nilópolis escolhe na noite de hoje o samba de enredo para 2016, que contará a história de Cândido José de Araújo Viana, o Marquês de Sapucaí.
Quatro concorrentes disputam a final, com favoritismo para duas parcerias: de Marcelo Guimarães e Marcelo Valência. Correm por fora os sambas de J. Veloso e Marquinho Beija-Flor. Empolgado com a safra, o diretor de Carnaval Laíla preparou uma novidade hoje. A escolha do hino nilopolitano se dará de forma direta, entre os componentes.

“A Beija-Flor é escola de comunidade, que é capacitada para escolher samba. Todo mundo votará. Bateria, harmonia, baianas, comissão de frente, mestre-sala e porta-bandeira. Todos os segmentos. O samba que tiver mais votos sairá vencedor. Simples assim”, disse o diretor de Carnaval.

Quadra da Beija-Flor de Nilópolis ficou lotada na semana passadaDivulgação

No últimos meses, Laíla já havia mudado o processo de seleção na escola. Em vez de levar todos os sambas inscritos para a disputa na quadra, levou para o barracão. E mostrou um por um a cada segmento, ouvindo a todos e fazendo uma pré-seleção dentro da agremiação para levar ao concurso apenas os que mais se adequassem à proposta de enredo.

Dos 22 sambas inscritos, apenas 12 foram para a disputa na quadra. E oito foram eliminados nas últimas semanas. “São quatro sambas que me dão a certeza de que faremos um grande carnaval. Não tivemos qualquer tipo de problema. Todos estão falando a mesma língua. Este sempre foi o grande trunfo dessa escola, que defende as cores do seu pavilhão com uma garra que nenhuma outra tem”, disse Laíla.