Por gabriela.mattos
Rio - O Carnaval está sendo um bom pano de fundo para o combate a doenças como dengue, zika e febre chikungunya e pedido de doação de sangue. Um exemplo é o Trem da Prevenção que sai nesta quarta-feira, às 11h, do Engenho de Dentro, rumo à Central do Brasil. Nesta terça-feira, também foi a vez de dois blocos alertarem para a importância da doação de sangue.
O tradicional Bloco da Solidariedade do Instituto Nacional do Câncer (Inca) inovou neste ano e saiu dos muros do hospital. Pela primeira vez em 11 anos, a folia contagiou também quem estava do lado de fora e reuniu dezenas de pessoas. A expectativa é atrair 450 novos voluntários para doar sangue para o Inca.

Apadrinhada pelo coreógrafo Carlinhos de Jesus e pela bailarina Ana Botafogo, a ação este ano contou com o reforço da bateria da Acadêmicos do Salgueiro — a Furiosa — e sua bela rainha, Viviane Araújo. 

Trio elétrico%2C bateria do Salgueiro%2C alegria e pedido de solidariedadeOnofre Veras / Agência O Dia

Ontem também desfilou Bloco Doa Pra Mim, que promove a doação de sangue para o Hemorio. Segundo a instituição, nesse período do ano as doações diminuem em mais de 50%. A expectativa era atrair 300 novos doadores com a folia.

Publicidade
Iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com a SuperVia, o Trem da Prevenção é formado por profissionais de saúde e vai animar a viagem dos passageiros com música e atividades voltadas para a orientação e promoção de saúde e a prevenção de doenças, como as transmitidas pelo Aedes aegypti.
A concentração começa às 9h, nas estações Engenho de Dentro e Central do Brasil, onde haverá distribuição de material informativos sobre o combate ao mosquito, tabagismo e saúde bucal, além de kits odontológicos e preservativos.