Por adriano.araujo, adriano.araujo
Salvador - Este ano, o Carnaval do Pelourinho, em Salvador, celebra os 100 anos do samba, mas o Governo da Bahia, responsável pela organização da folia no centro histórico da capital baiana, já divulgou o tema do ano que vem. Será uma homenagem aos 50 anos da Tropicália.
O Governador da Bahia, Rui Costa, anunciou a novidade em seu perfil oficial no Twitter. Segundo ele, é uma honra artistas baianos terem participado de um dos movimentos culturais mais importantes dos anos 60.
Publicidade
“Que baiano não se sente honrado ao ver que nossos artistas marcaram para sempre a cultura do nosso país? Como é bom ter nascido na terra-mãe de mudanças, de poesia, inteligência, de liberdade. Por tudo isso e muito mais, vamos fazer uma linda homenagem à Tropicália no Carnaval do Pelô em 2017”, postou.
A Tropicália, ou Tropicalismo, foi um movimento vanguardista que misturou manifestações tradicionais da cultura brasileira à nova estética, entre 1967 e 1968. No espaço musical, o movimento se revelou de forma mais intensa, com artistas como Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil, Torquato Neto, Os Mutantes e Tom Zé.
Publicidade
O governo baiano também anunciou que pretende firmar mais parcerias e ampliar o número de atrações sem cordas nos circuitos Dodô e Osmar, espaços tradicionais da folia do carnaval soteropolitano.