Por adriano.araujo, adriano.araujo
Rio - Na linha de frente da bateria da Unidos da Tijuca, segunda colocada no Carnaval, a rainha Juliana Alves reconheceu a derrota para a Mangueira, a grande campeã do grupo Especial. A escola do Borel ganhou a segunda posição no último quesito, de alegorias e adereços. Ela diz que a Unidos da Tijuca fez um bom desfile, mas a Estação Primeira sempre esteve na disputa.
"Fizemos um Carnaval de maneira impecável. Mas a gente também sabia que a Mangueira fez um bom desfile", disse, após a divulgação da campeã do Carnaval. A Unidos da Tijuca apresentou na Sapucaí o enredo "Semeando Sorriso, a Tijuca festeja o solo sagrado".
Publicidade
Durante a apuração, o presidente da escola, Fernando Horta, disse que a escola, até então em quarto lugar, chegaria ao topo. "É lógico que vamos chegar. Já estamos chegando", afirmou Horta. 
Alex Neoral, da comissão de frente da escola do Borel, comemorou a nota 10 no quesito. "Desde o início estávamos muito confiantes. Cumprimos todos os quesitos muito bem. Um décimo muda tudo", disse. É o segundo ano dele na escola, que já esteve na Imperatriz e Vila Isabel.