Blocos e Sambódromo aquecem o Carnaval

Na Sapucaí, Império abre a temporada de ensaios técnicos. Escravos da Mauá faz festa na Gamboa

Por O Dia

Rio - Os cariocas saíram às ruas neste domingo para aproveitar um pouco do pré-Carnaval. Mais de um mês antes do início oficial da festa, os blocos já estão saindo pela cidade, fazendo ensaios abertos e convidando os seguidores. No Sambódromo, a abertura dos ensaios técnicos das escolas de samba também atraiu os foliões.

O Império Serrano foi a primeira escola a entrar na Avenida neste domingo. O enredo da escola, que está no Grupo A este ano, é uma homenagem ao poeta cuiabano Manoel de Barros (1916-2014), conhecido por sua poesia inovadora, exposta em volumes como ‘Livro Sobre Nada’ e ‘Retrato do Artista Quando Coisa’. Paraíso do Tuiuti e União da Ilha eram escolas seguintes a ensaiar na Sapucaí.

Voz ativa%3A Escravos da Mauá fez seu Réveillon (bem depois do 31 de dezembro) no Largo de S. FranciscoMárcio Mercante / Agência O Dia

Na Gamboa, o tradicional Escravos da Mauá promoveu seu Réveillon, com a roda dos Fabulosos do Samba (músicos como Eliane Costa, cavaquinho, João Costa, violão e Cláudia Baldarelli, voz), no Largo de São Francisco da Prainha. O evento começou às 17h30 e nem a chuva atrapalhou — o samba era a céu aberto, mas sob a proteção de lonas.

Outro bloco que abriu os trabalhos em 2017 foi o Tambores de Olokun, cujo ensaio aconteceu no Aterro do Flamengo, na altura do Bar Belmonte, às 16h. O bloco inspirado nos maracatus de baque virado do Recife já tem a agenda montada: nos próximos dias 22, 29 de janeiro e 5, 12 de fevereiro acontece os outros ensaios abertos. O desfile é no dia 19 de fevereiro. E ainda tem a ressaca do carnaval, dia 4 de março.

Grito de Carnaval

Nesta quinta tem mais festa, mas no Circo Voador: o Grito de Carnaval dos Blocos da Sebastiana e da Zé Pereira unem integrantes dos blocos das duas agremiações, com direito a roda de samba comandada por Tomaz Miranda, do Simpatia, e Jorginho, do A Rocha, e marchinhas de carnaval executadas pelas baterias dos blocos Quizomba, Suvaco do Cristo e Céu na Terra.