Por bianca.lobianco

Rio - O feriado prolongado de São Sebastião terminou em clima de esquenta de Carnaval. Ontem à tarde, no Aterro do Flamengo, o bloco Tambores de Olokun sacudiu o público. À noite, ensaios técnicos gratuitos agitaram o Sambódromo do Rio, que recebeu escolas de samba da série A e do Grupo Especial do Carnaval, no segundo dia de ensaios. Desfilaram pela Marquês de Sapucaí a Estácio de Sá (Série A), a São Clemente e a Mocidade Independente de Padre Miguel, ambas do Grupo Especial.O próximo ensaio acontecerá no sábado.

Tambores de Olokun coloriu o gramado do Aterro do Flamengo com mistura de raízes culturais e religiosasDivulgação

O bloco Tambores de Olokun existe há cinco anos e foi criado por um grupo de alunos de percussão que explora as raízes musicais, históricas e religiosas, da cultura afro-brasileira. Fatima Caldas, de 63 anos, numeróloga e moradora de Laranjeiras, estava bem animada. “Tenho uma filha e um genro que tocam, venho sempre. Aqui, além da ocupação da cidade com identidade cultural, é um ambiente mais tranquilo”. Pela primeira vez no bloco, os namorados Renata Rocha, 28, da Barra da Tijuca, e Bernardo Dias, 33, do Maracanã, curtiram o ambiente. “Está super tranquilo. Dá certo vir acompanhada”, disse ela.

A Estácio de Sá%2C que concorre na Série A%2C abriu os desfiles técnicos ontemDivulgação

Na tarde e noite de sábado, a roda de samba Sambastião levou centenas de pessoas à Praça do Russell, na Glória, sob as bênçãos de São Sebastião. A imagem do padroeiro da cidade, que tem estátua no local, estava mais uma vez no centro da mesa dos sambistas. Uma feira de gastronomia, moda e variedades também animou o local.

Você pode gostar