Quitéria Chagas volta ao Carnaval após ficar afastada por três anos

'É uma volta que me remete ao renascimento', declarou a rainha de bateria do Império Serrano

Por O Dia

Quitéria%3A menos 40 kg após gravidezDivulgação

Rio -Ela está de volta à Marquês de Sapucaí. Após três anos longe do Carnaval carioca, a atriz e bailarina Quitéria Chagas, de 36 anos, foi coroada rainha da Império Serrano, não de bateria, mas da escola, um cargo de honra. “É uma volta que me remete ao renascimento. Estou muito feliz de voltar para o Império, que foi onde me descobri no Carnaval. Minha ligação com a escola é muito forte, e tenho um amor muito grande por todos”, conta Quitéria, que vai abrir o sábado de Carnaval na avenida.

Ela afirma que estava sentindo falta da festa, mas diz que seu olhar mudou muito. “Curtirei, não é mais minha profissão trabalhar no Carnaval, embora como todo componente tenha responsabilidade e preocupação com as regras da festa”, reflete.

A ausência da passarela do samba foi por uma ótima causa. No período, a rainha deu à luz e acompanhou o crescimento da pequena Elena, de 1 ano e nove meses. A menina é fruto do seu casamento de nove anos com o empresário italiano Francesco Locati.

“Hoje, me sinto madura, completa em todos os campos da minha vida. É um momento de plenitude, espero transmitir isso na avenida. A felicidade vai me ajudar a fazer um belo desfile”, garante.

A maternidade trouxe mais do que plenitude a Quitéria. A partir do parto da filha, que foi em casa, humanizado, assistido por uma equipe, ela sentiu necessidade de compartilhar a experiência com outras mães. “É importante encorajar mulheres e casais em relação ao parto natural. Em um parto humanizado, o foco é o bem-estar físico e emocional da mãe e do bebê”, diz a futura psicóloga, que é uma das fundadoras da Associação de Doulas do Rio de Janeiro e integra o grupo de trabalho da diretoria. Sobre a atividade, ela faz questão de esclarecer: “Doula não é acompanhante, é uma profissional que promove apoio emocional e métodos não farmacológicos de alívio das dores da gestação, parto e pós-parto”.

Em plena forma, tendo perdido 40 quilos após a gravidez, ela conta que não se influencia com pressões sociais: “O emagrecimento não foi com dieta. Foi natural e em consequência do parto natural e da amamentação. Me sinto melhor magra, leve, tudo veste bem. Mas lido com a estética com cautela, sem pressa. Importante é me sentir bem”.