Tamborim de Ouro: hora de eleger os melhores do desfile

Internautas e júri especializado estão escolhendo os melhores do Carnaval carioca em 12 quesitos. Veja como participar da votação

Por O Dia

Rio - Criado pelo DIA para destacar os melhores do Carnaval carioca, o prêmio Tamborim de Ouro já está sendo sucesso de votação desde sexta-feira à noite. Para participar, basta acessar a página do Dia Na Folia. Os internautas têm a oportunidade de votar nos seguintes quesitos: Escola do Povo (melhor escola do Grupo Especial); Musa da Sapucaí (melhor rainha de bateria); Samba do Ano (melhor samba-enredo); Escola de Ouro (melhor escola da Série A) e Os Donos da Rua (melhor bloco).

Desfiles do Bola Preta já renderam ao bloco mais famoso do planeta dezTamborins de Ouro. “Um orgulho e tanto”%2C diz o presidente Pedro ErnestoJoao Laet

Já o júri criado este ano pelo jornal elegerá a Voz da Avenida (melhor intérprete); Bateria Show (melhor bateria); Enredo Maravilha (melhor enredo); Alegorias e Adereços (melhor fantasia); Casal Nota 10 (melhor mestre-sala e porta-bandeira); Comissão Sensação (melhor comissão de frente) e Baianas (melhor ala das baianas).

Além de destaques individuais, representantes de agremiações carnavalescas não veem a hora de botar as mãos nos troféus mais cobiçados do mundo do samba. “Já faturamos dez tamborins, que exibimos orgulhosamente na nossa vitrine de premiações. São muito representativos para nós, pois valorizam a maior festa popular do planeta. Tomara que sejamos agraciados com outros mais”, comenta Pedro Ernesto, presidente do Bola Preta, que concorre no quesito Os Donos da Rua, no qual o bloco foi o campeão em 2016, e que ontem arrastou mais de um milhão de pessoas no Centro.

Chiquinho da Mangueira, presidente da Verde e Rosa da Zona Norte, lembra que no ano passado sua escola ganhou o prêmio em três categorias. “(O Tamborim de Ouro) é sinônimo de reconhecimento público por quem trabalha sério no Carnaval”, define. “Vida longa ao Tamborim de Ouro, que há duas décadas consagra de verdade nossa maior festa popular. Já ganhamos vários troféus desse tipo, mas o que mais nos orgulhou, com certeza, até o momento, é o da categoria Escola do Povo. Isso é maravilhoso”, diz Regina Celi, presidente do Salgueiro.

Disputa de forma saudável

Motivo de orgulho individual, o Tamborim de Ouro acaba acirrando também disputas salutares entre as maiores personalidades do Carnaval do Rio. É ocaso da atriz Viviane Araújo, rainha da bateria do Salgueiro, que, com seis troféus do DIA em sua galeria particular, já se igualou à quantidade de títulos referentes ao quesito Musa da Avenida, obtido também pela modelo Luma de Oliveira, da Viradouro. “Sou pé quente”, garante Viviane em suas entrevistas.

Para Chiquinho da Mangueira%2C prêmio é ‘sinônimo de reconhecimento’Daniel Castelo Branco

Outras beldades igualmente carismáticas, como Sabrina Sato, da Vila Isabel, e Juliana Alves, da Unidos da Tijuca, Raíssa Machado (Viradouro), Evelyn Bastos (Mangueira), Raphaela Gomes (São Clemente), Patrícia Nery (Portela), Raíssa de Oliveira (Beija-Flor), Bruna Bruno (União da Ilha) e Cris Vianna (Imperatriz) também são favoritas ao Tamborim de Ouro.

Claudinho Portela, integrante da Comissão de Carnaval da Portela, lembra que o troféu oferecido pelo DIA é uma espécie de combustível para quem desfila na Sapucaí. “O Tamborim de Ouro é um incentivo e tanto aos sambistas de um modo em geral. Como há muitos quesitos em jogo, a possibilidade de se vencer em algum deles é muito grande”, observa.