'Estou ficando cansado', disse presidente da Unidos da Tijuca antes do desfile

'Quem pode não ficar sou eu, que estou ficando cansado. E vai ter eleição agora, em abril. Se eu perder a eleição...', disse Fernando Horta

Por O Dia

Fernando HortaDivulgação

Rio - Presidente da Unidos da Tijuca desde o ano 2000, Fernando Horta disse ao DIA, antes do desfile trágico, que está ficando cansado do cargo. Perguntado se podia adiantar quem fica e quem sai da escola para o próximo Carnaval, respondeu: “Quem pode não ficar sou eu, que estou ficando cansado. E vai ter eleição agora, em abril. Se eu perder a eleição...”

Horta também respondeu que não revela os gastos do desfile. “Na verdade, a gente nunca sabe quanto gasta. Sempre tem um amigo que paga uma coisa, outro paga outra”, justificou. Mas assegurou que, daqui a dois meses, depois que fizer o balanço da escola, poderá divulgar o total dos investimentos.

Logo após o término do desfile, o presidente da Azul e Amarela do Borel não sabia que um carro alegórico tinha afundado, deixando feridos. Afirmou a jornalistas que a informação que chegou até ele foi que três componentes da agremiação passaram mal e que a alegoria não teria quebrado.