Thalles Cabral, filho de Félix de 'Amor à Vida', conta que sempre quis ser ator

Além de atuar, ele ainda canta e compõe. Seu primeiro clipe, ‘Everybody Dies’, foi lançado no início deste mês

Por O Dia

Rio - Foi em um pedaço de guardanapo que o gaúcho Thalles Cabral, aos 8 anos, revelou ao pai que queria seguir a carreira de ator. A cartinha, escrita por ele durante um almoço de família num restaurante, é exibida pelo ator para O DIA como prova de sua determinação. Agora, aos 19, ele faz sua estreia na televisão na pele de Jonathan, filho do vilão Félix (Mateus Solano) e de Edith (Bárbara Paz), na novela ‘Amor à Vida, da Globo. O sonho virou realidade. 

Thalles Cabral%2C filho de Félix de 'Amor à Vida'%2C conta que sempre quis ser artistaDivulgação


“Sempre fui muito focado. E meu pai guardou esse guardanapo como um incentivo. Quando descobri que meu primeiro trabalho seria na novela das 21h, me senti um privilegiado. Comecei a fazer teatro aos 7 anos, mas nunca tinha feito nada na TV. Estou em processo de adaptação”, conta Thalles.

E, se na vida real ele sempre teve o apoio dos pais para seguir na profissão que desejava, na ficção a história é bem diferente. No capítulo que vai ao ar no próximo sábado, Jonathan discute mais uma vez com o pai, que quer obrigá-lo a ser médico.

“Está querendo fazer faculdade de arquitetura enquanto precisamos de um médico na família”, diz Félix, cheio de revolta. Jonathan retruca: “Mas eu não quero ser médico”. E Félix o ameaça: “Vai ser, ou fica sem mesada pra sempre”. Thalles conta que suas próximas cenas terão mais destaque e que Jonathan vai tentar se entender com o pai. “Ele é rebelde, agressivo, mas só quer chamar a atenção. Não sei dizer se ele é filho do Félix ou do César (Antônio Fagundes), mas a relação dele com os dois é difícil. Descobrir que ele é filho César seria uma traição”, comenta.

Longe das telinhas, Thalles é cantor e compositor. Seu primeiro videoclipe, ‘Everybody Dies’, foi lançado no início deste mês. “Também vou lançar meu CD virtual, com sete faixas, todas autorais. São músicas em inglês, do gênero pop rock, algo mais alternativo”, explica ele, que pretende se apresentar pelo país com uma banda.

Muitas de suas letras são inspiradas no dia a dia do ator. “Por ser adolescente, me questiono bastante sobre várias coisas e isso acaba se refletindo nas minhas letras. Mas posso dizer que também tenho canções românticas”, diz ele.

Quem sabe, com suas letras que falam de amor, o ator não consegue arrumar uma namorada, já que está solteiro? “Não ligo para vaidade e não me acho bonito. Sou reservado, mas procuro tratar as pessoas sempre bem. Estou começando agora e a cada dia vivo coisas novas. No momento em que a pessoa começa a ser egocêntrica, perde os princípios”.

Últimas de Celebridades