Tatá Werneck: 'Não tenho medo de engordar. Meu medo é ficar amarga'

Atriz, intérprete da periguete Valdirene em 'Amor à Vida' é capa do mês de setembro da revista 'TPM'

Por O Dia

Tatá Werneck posa para a revista 'TPM'Divulgação

Rio - Tatá Werneck, a intérprete da periguete Valdirene em "Amor à Vida", é a capa do mês de setembro da revista "TPM". Além de comentar sobre o fato de não comer carne desde a adolescência, a atriz falou sobre a experiência de mudar da MTV para a Globo.

"A Globo me deixa livre para atuar. Achei que teria que cavar uma coisa ou outra, mas nem precisei. Não me sinto presa em nenhum momento, o que seria um problema, porque sou bem anárquica", disse ela.

Na ficção, Tatá interpreta a filha de uma vendedora de cachorro quente que implora aos pretendentes por comidas que tenham carnes. Já na vida real, a atriz passa longe das carnes desde a adolescência, além de fazer uma alimentação livre de glúten e lactose por influência da alergia de sua mãe. "A verdade é que não como porra nenhuma, mas não sou escrota, não! Sou maneira, juro! Não levanto bandeira de nada", contou.

E a atriz garantiu ainda que come sem peso na consciência. "Como doce pra caramba, sem culpa. E sou do tipo gulosa, que olha pro prato da pessoa ao lado e fica puta, pensando que a comida dela é mais foda que a minha", falou ela. "Já comi um quilo num bufê, não tenho medo de engordar. Meu medo é ficar amarga", concluiu Tatá.

Últimas de Celebridades