Por bianca.lobianco

Argentina - O cantor Justin Bieber colocou várias fotos de seus grafites em sua conta no Instagram nesta quarta-feira. Após deixar um rastro de confusão durante sua passagem pelo Brasil e inclusive ter sido denunciado pelo crime de pichação em um muro de propriedade privada em São Conrado, na Zona Sul, o astro canadense perguntou para os seus seguidores em uma das fotos: "Quem vai me impedir, hein?"

Em outra imagem, Justin justifica que teve autorização em todos os lugares que ele já grafitou, inclusive no Brasil.

"Em todo o lugar que eu já grafitei eu tive autorização prévia, eu não sugiro grafite em propriedade privada. Apesar das coisas erradas, eu ainda me divirto fazendo isso", escreveu na legenda, sem dar a localização exata dos grafites.

Justin Bieber diz que teve autorização prévia em todo lugar que ele grafitouReprodução Internet

Muitos fãs entenderam as postagens do ídolo como uma provocação devido a série de confusões que Bieber aprontou em sua turnê em terras tupiniquins. Durante o show de São Paulo, o cantor foi atingido por uma garrafa. Enfurecido, Justin deixou o palco sem cantar "Baby", a última música da set list. 

No Rio de Janeiro, após sair de uma terma na Zona Sul, Justin tentou levar prostitutas para o hotel Copacabana Palace. Sem sucesso, ele não viu outra alternativa a não ser alugar uma casa no Joá, na Zona Oeste, para realizar suas festinhas particulares. Na madrugada de segunda para terça-feira o cantor pichou um muro do antigo Hotel Nacional, em São Conrado. Fotógrafos que registravam a ação foram agredidos pelos seguranças do cantor. Um deles teve sua camisa rasgada. 

Justin Bieber%3A Um rebelde sem causaAg. News

Para não prestarem queixa depois que os profissionais chamaram policiais do 23º BPM (Leblon), Justin negociou tirar umas fotos com alguns fãs que estavam à espreita. Quando o astro saiu em direção à praia, um grupo de fãs que perseguiram o cantor foi xingado por ele. "Vocês são os piores fãs do mundo", disse Bieber decepcionando seus admiradores. 

O cantor canadense partiu do Brasil na tarde desta quarta-feira. 




Você pode gostar