Por tiago.frederico
Mariah Carey desloca o ombro em gravação de clipeReprodução Internet

Angola - Mariah Carey se envolveu em mais uma polêmica. A cantora, que já foi criticada, no passado, por ter cantado para o antigo ditador líbio, Moammar Khadaffi, repetiu o vexame cantando para presidente angolano José Eduardo dos Santos, outro ditador. Para tal show, a cantora teria recebido mais de US$ 1 milhão, informou o "New York Post".

Segundo a Fundação dos Direitos Humanos, Mariah ainda disparou, durante o evento: "Estou contente de estar aqui nesta sala e partilhar este espectáculo com o presidente de Angola". O presidente da ONG, Thor Halvorssen, ironizou e disse: "Mariah parece não cansar de receber dinheiro de ditadores".
Publicidade
Halvorssen ainda acrescentou: "É um triste espetáculo de um artista internacional comprado por uma Estado de polícia cruel para enterter e encobrir a família da corrupção que já roubou bilhçoes em uma fortuna obtida de forma desonesta enquanto a maioria da população angolana vive com menos de US$ 2 por dia".
A americana se apresentou duas vezes na Angola, no estádio dos Coqueiros, em Luanda, e, durante duas horas, em evento de gala para angariação de fundos para a Cruz Vermelha do país.
Publicidade
Você pode gostar