Du Moscovis muda o foco da carreira

Protagonista da série ‘Questão de Família’, do GNT, ator explica seu jejum das novelas, conta que prefere trabalhar em projetos mais curtos e fala do casamento

Por O Dia

Rio - Dar novo rumo à carreira era tudo o que Eduardo Moscovis queria. E parece ter conseguido. Desde ‘Alma Gêmea’ (2005), o ator não fez mais novelas, para se dedicar exclusivamente a projetos mais curtos e novas linguagens. Após ter protagonizado duas temporadas do seriado ‘Louco Por Elas’ (2012/2013), ele está de volta à TV como protagonista da série ‘Questão de Família’, em que interpreta Pedro Fernandes, um juiz da vara de família, no GNT.

Na série do GNT%2C o ator vive o juiz da vara da família Pedro Fernandes José Pedro Monteiro / Agência O Dia


“Queria experimentar e abrir espaço para outros tipos de produção que fossem mais curtas. Numa novela, a gente fica no ar 11 meses. O personagem te deixa marcado por um tempo, fazendo com que diretores não te chamem para outros trabalhos”, explica o ator.

Sem contrato com a Globo desde o fim da trama das seis, Eduardo está satisfeito com a liberdade profissional. “Nesse tempo todo, sou autônomo, independente em relação a montar meus horários”, destaca. Mas, mesmo bancando de patrão, podendo escolher os trabalhos, ele admite que essa independência afetou seu lado financeiro. “O lugar em que cheguei na Globo era muito bacana”, resume.

O ator não descarta a possibilidade de fazer uma nova novela. Mas acha difícil. Ele chegou a ser cogitado para o elenco da próxima trama das nove, ‘Falso Brilhante’, de Aguinaldo Silva. “Gosto muito do Aguinaldo, minha primeira novela (‘Pedra Sobre Pedra’, 1992) foi dele, mas oficialmente não fui convidado. Ninguém me chamou na emissora para conversar. Hoje, a maior dificuldade seria encaixar uma novela com os compromissos que eu já assumi”, diz ele, acrescentando que tem ainda três filmes para estrear este ano: ‘Os Homens São de Marte e É para Lá que Eu Vou’, ‘O Outro Lado do Paraíso’ e ‘Amor em Sampa’, um longa de Bruna Lombardi e Carlos Alberto Ricelli.

Para viver o juiz da série ‘Questão de Família’, o ator assistiu a algumas audiências na Vara de Família e ficou emocionado. “Vi o juiz se esforçando para conseguir um acordo entre as partes. Fiquei mexido, me emocionei muito, porque era uma relação de muito tempo de um casal, que estava barganhando pequenezas. Achei muito triste”, conta.

Na trama, Pedro é um juiz com passado familiar conturbado e tem o hábito de investigar as partes envolvidas para decidir os casos. Separado, com duas filhas, ele se envolve ainda com várias mulheres. “Em alguns momentos, a série mostra as contradições entre o que ele fala como juiz e o que faz na vida pessoal. Desmistifica um pouco a figura do herói.”

Em família, o ator, de 45 anos, leva uma vida bem tranquila. Casado há nove anos com Cynthia Howlett, com quem teve Manuela, de 6, e Rodrigo, de quase 2, ele dá sua receita para manter um casamento. “É uma conquista diária. O casal tem que estar atento, tem que se gostar e conversar muito”, recomenda ele, que também é pai de Gabriela, de 14, e Sophia, de 12, frutos de seu relacionamento de sete anos com Roberta Richard. “Minha bula é ficar sempre atento a tudo sobre eles”, acrescenta o ator, que afasta qualquer possibilidade de ter mais um herdeiro.

Últimas de Celebridades