Seu Jorge: 'Nunca cantei em favelas porque ralei para escapar disso'

Cantor contou em entrevista a jornal britânico como superou a morte do irmão, assassinado em uma batalha entre traficantes e policiais

Por O Dia

Rio - O cantor Seu Jorge vai se apresentar Sidney Festival, evento de música, teatro e dança, que acontece na Austrália até o dia 26 de janeiro. Em entrevista sobre o festival ao jornal britânico "The Guardian", Seu Jorge falou também sobre a virada em sua carreira e sobre a morte de seu irmão, assassinado em uma disputa entre traficantes e policiais.

"Eu me vinguei quando decidi fazer música e enviar uma mensagem boa para as pessoas. Tenho feito filmes e falado dessas histórias, mas, como artista, nunca toquei em favelas porque eu ralei muito para escapar disso", afirmou o cantor, que morou por três anos na rua após a morte do irmão e atualmente mora em Los Angeles, nos Estados Unidos, com a mulher e as filhas.

"Eu não quero voltar porque os 'big boys' vão dizer: 'Eu quero conhecer o Jorge, quero encontrar com ele'. E eu não quero estar envolvido com essas coisas", disse Seu Jorge.

Seu Jorge morou três anos na rua após morte do irmão e diz que não canta em favelas 'porque ralou muito para escapar disso'Ag. News



Últimas de Celebridades