Por daniela.lima

Rio - A atriz Desirée Oliveira participou nesta quinta-feira de uma campanha de doação de leite materno para bebês recém-nascidos. A ação que está acontecendo desde o dia 1 de maio é uma iniciativa do Norte Shopping Consciente em parceria com a Fiocruz e a Rede Rio de Banco de Leite Humano, em comemoração ao dia das mães. O objetivo é ajudar os bancos de leite materno que precisam preencher seus estoques e, também, a conscientizar o público da importância que a atitude tem e o impacto que causa na vida de diversas famílias, ajudando a salvar vidas. Assim como reforçar a relevância sobre a amamentação para mãe e filho. 

Desirée Oliveira posa com enfermeira do projeto e o filho%2C GabrielDivulgação


Capa da revista “Mais Você” do mês das mães, a atriz que perdeu seu filho prematuro, num parto de risco aos cinco meses de gestação, e agora comemora novamente a alegria de ser mãe com o seu pequeno Gabriel, que recentemente comemorou seu primeiro aninho também se identificou com a causa.

“Eu me sinto tão realizada em ser mãe, que não poderia, nunca, deixar de ajudar a outras mães a sentirem essa mesma sensação. Esta doação alimenta bebês prematuros ou de baixo peso, que ainda estão na UTI Neonatal. É muito importante que outras mamães também abracem essa causa. Ver o seu filho precisando de ajuda e não poder fazer nada por ele, dói de mais, porque eles são um pedaço de nós”. A atriz retornará ao trabalho no próximo semestre à frente do programa “Roda de Mães”, que será apresentado em seu próprio site, o “Bebeinho”.

Potes para a coleta estarão disponíveis, na Praça de Eventos do segundo piso do shopping, enquanto durarem os estoques. No entanto, qualquer pote de vidro com tampa plástica e esterilizado pode ser usado para o acondicionamento do leite. A coleta não acontecerá no shopping, a doadora lactante precisará retirar o pote ou usar um da própria residência para a realização do processo e depois retornar ao ponto de coleta para a entrega que será aceita até o dia 10 de maio. Todo leite recebido será direcionado para os 17 bancos de leite humano, distribuídos pelo estado do Rio, e passará por um processo de controle de qualidade e pasteurização para, então, ser estocado e redistribuído às maternidades públicas e privadas.

Você pode gostar