Li Martins sobre possível namoro com JP fora de 'A Fazenda': 'Não descarto'

Em entrevista, cantora também falou sobre a repercussão da agressão que sofreu do ex: 'Foi uma coisa que saiu do meu controle, não foi da minha vontade'

Por O Dia

Li MartinsMarco Máximo

Rio - Li Martins foi a sétima eliminada da oitava edição de "A Fazenda". Após uma conturbada participação no reality, com direito a suposta traição e namoro debaixo de edredom, a cantora também teve seu nome envolvido em uma séria polêmica sobre agressão. Ao iG, a ex-Rouge comentou o ocorrido e falou sobre um possível relacionamento com JP Mantovani: "Não descarto a possibilidade".

Casada, Li Martins causou em "A Fazenda" ao se relacionar com o participante João Paulo Mantovani. No entanto, no decorrer do programa uma nova polêmica - muito mais séria, por sinal - ganhou mais repercussão do que a suposta traição da cantora.

Em novembro deste ano, a irmã Pâmela Lika contou à mídia que Li Martins foi vítima de agressão do ex-marido, o ex-Br'oz Matheus Herriez. Na ocasião, Pâmela comentou ao iG que estava indo contra a vontade da irmã, mas o faz por sofrer ameaças. "Ela [Li Martins] não queria que eu falasse."

A declaração ganhou novas proporções com a eliminação da cantora em "A Fazenda". Após o confinamento, Li comentou que não ficou feliz em saber que a história havia ganhado a mídia. "Fiquei bastante chateada. Realmente não queria expor porque envolve outra pessoa, por quem eu tenho um carinho muito grande. Foi uma coisa que saiu do meu controle, não foi da minha vontade", revelou. 

Quando questionada sobre a importância de revelações como estas, que envolvem agressões contra as mulheres, a cantora ressaltou o fato de ambos serem figuras públicas. "Eu acho que a gente pode defender causas sem prejudicar a imagem de outras pessoas. Foi uma única vez, não é que eu sofria agressões por dez anos. O episódio foi a gota d’agua", disse. Ela também confessou ter se arrependido de não terminar o casamento antes da entrada no reality: "Foi uma coisa que pesou pra mim lá dentro."

A cantora, que não queria se envolver em polêmicas, comentou ainda o affair com João Paulo. "Acabamos não conseguindo controlar. Ao contrário do que as pessoas pensam - e do que a Mara [Maravilha] fala - eu não agi por impulso. Foi uma atitude consciente. Não sou a favor de traição, mas para mim não foi uma traição. Sou mulher de assumir", afirmou ela ao confirmar que não pediu o divórcio antes por orientação de seu advogado.

"Eu sabia que, indo pra Roça, eu tinha 99% de chances de sair. Da mesma forma que ele sabia que ficar com uma mulher casada o prejudicaria no jogo", explicou. 

Sobre um possível relacionamento com o peão, que está na última Roça desta edição, ela revela: "Ele primeiro precisa se resolver com a ex dele. Construimos uma amizade muito forte e verdadeira e com certeza a amizade vai continuar. Tivemos uma experiência muito curta então não posso dizer que continuará... Mas não descarto a possibilidade".

Em 2012%2C Li Martins e outras três integrantes do extinto grupo 'Rouge' gravaram duas músicas no programa de Rick BonadioDivulgação


Agora, em sua nova fase pós-confinamento, a cantora declarou que seguirá com seu projeto solo. "Cheguei a gravar algumas músicas antes de entrar no programa e vamos entrar no processo de gravação de videoclipe. Logo no inicio do ano que vem lançamos o single."

A ex-"Rouge", também conhecida como Patrícia Lissah, confirmou a vontade do extinto grupo em fazer uma turnê comemorativa. "A gente até pensou numa possível turnê, mas por causa de agenda realmente não deu. O máximo que conseguimos foi ir ao programa do Rick [Bonadio], em que gravamos duas músicas. A gente está tentando desde 2012, mas está dificil."

Últimas de Celebridades