Sem papas na língua! 11 declarações polêmicas dos famosos em 2015

De Charlie Sheen a Betty Faria, teve muita celebridade chocando o mundo com declarações sinceras, provocações ou puros deslizes. Confira os mais bafônicos

Por O Dia

Rio - Se vão-se os anéis e ficam os dedos, pode-se dizer que o ano vai e ficam as declarações polêmicas dos famosos. Em 2015 foram muitas as frases que repercutiram fortemente nas redes sociais. Declarações contra a redução da maioridade penal, sobre homossexualidade, sobre música sertaneja e o politicamente correto figuram entre as polêmicas proferidas pelas celebridades no ano que se vai.

“Parabéns você que mora nesse país de merda”  (Thaila Ayala, julho)

A atriz Thaila Ayala não se fez de rogada e traduziu o que muita gente pensa ao ser notificada que teria de pagar um imposto de importação pelo laptop que comprara em uma viagem aos EUA.

Thaila Ayala Ag. News


“Os preconceituosos ladram e a Maju passa” (Maju, julho)

A jornalista Maria Julia Coutinho, a Maju, comentou ao vivo no "Jornal Nacional" os ataques racistas que sofreu e foi bastante criativa na crítica que fez. Recebeu o apoio das redes sociais com hashtags como #somostodosMaju

Maju Coutinho Felipe Assumpção / Ag. News


"Vamos orar pra que uma bala perdida encontre o Eduardo Cunha" (Monica Iozzi, outubro)

Monica Iozzi não costuma se censurar e ela não poupou o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, envolvido em uma série de escândalos de corrupção. No Twitter, ao desejar uma boa noite para seus seguidores, a apresentadora do vídeo show sugeriu uma oração conjunta para lá de polêmica valendo-se do recorrente noticiário de balas perdidas no Rio de Janeiro.  

Monica Iozzi Divulgação



“Eu estou aqui para admitir que, de fato, sou HIV positivo. São três letras difíceis de digerir” (Charlie Sheen, novembro)

O ator Charlie Sheen polarizou as atenções da mídia mundial quando revelou em rede nacional ser HIV positivo. Sheen disse, ainda, que a decisão de tornar público essa condição passou pelo fato de que ele foi muito extorquido por pessoas que descobriam sobre sua doença.

Charlie Sheen Reuters


 “Sempre batalhei para não ser uma velha gorda” (Betty Faria, setembro)

A atriz Betty Faria mitou, como diriam alguns, ou perdeu o juízo, como diriam outros, em entrevista para lá de sincera à revista“Joyce Pascowitch” de setembro. Recorrentemente vista de biquíni na praia, a atriz de 74 anos comentou sobre como lida com a forma física na melhor idade.

Betty FariaReprodução


“Como fomos capazes de nos seduzir coletivamente por uma figura desconhecida?” (Zeca Camargo, junho)

Zeca Camargo teve um ano para esquecer. E o fundo do poço do 2015 do jornalista e apresentador foi um texto sobre a morte de Cristiano Araújo que fez para a GloboNews em que mostrava espanto pela reação à morte de Cristiano Araújo. Resultado? Ninguém apanhou tanto nas redes sociais no ano. Tanto que na hora de se desculpar Zeca foi lá e cometeu outra gafe. Acaba 2015!

Zeca CamargoAndre Muzell / Ag.News


“É pecado e eles sabem” (Aline Barros, agosto)

A cantora gospel Aline Barros provocou reações extremas ao comentar sobre homossexualidade em uma entrevista. Ela disse que todos os gays sabem que estão errados, pois a bíblia é bastante específica em relação a isso. Então tá, né?

Aline BarrosRonaldo Rufino

"Naquela época, essas classes dos feios, dos negros e dos homossexuais, elas não se ofendiam. Elas sabiam que não era para atingir, para sacanear" (Renato Aragão, janeiro)

Na única entrevista da “Playboy” a fazer algum barulho no ano, o humorista Renato Aragãose mostrou assustado com o avanço da correção política no humor e disse que antigamente os alvos de suas piadas não se incomodavam. Então tá, né?

Renato AragãoReprodução


“E lugar de bandido, senhora presidente? Onde é? Livre, nas ruas para barbarizar o cidadão de bem impunemente?” (Rachel Sheherazade, março)

Rachel Sheherazade é uma mulher sem medo de polêmicas e se for para polemizar com Dilma Rousseff, melhor ainda. Após um tuite presidencial observando que lugar de criança é na escola, a jornalista da Jovem Pan e do SBT deu uma resposta atravessada. A polêmica sobre a redução da maioridade penal ainda está longe de acabar.

Rachel SheherazadeDivulgação

“Vem ni min que eu tô facin” (março)

Luciano Huck também teve sua cota de polêmicas em 2015. A maior delas talvez seja a estampa de uma camiseta infantil da coleção de sua grife: “Vem ni min que eu tô facin”. Desnecessário dizer que choveram críticas e a camiseta foi retirada do site da grife.

Luciano Huck Divulgação


“É um tapa na cara da gente” (Padre Fábio de Melo, dezembro)

O padre Fábio de Melo causou grande comoção ao comentar sobre um encontro que teve com uma travesti. O padre falou da hipocrisia religiosa e não se negou a tirar uma foto com uma “pecadora”.

Padre Fábio de MeloDivulgação


Últimas de Celebridades