Ex-BBB ganha 1,5 kg na gravidez e especialista alerta: 'Preocupante'

Aline Gotschalg engordou 1,5 kg até o 7º mês de gestação. Especialistas comentam riscos para o bebê e para a mãe

Por O Dia

Rio - Recentemente, a ex-BBB Aline Gotschalg anunciou que até o 7º mês de gestação havia engordado apenas 1,5 kg. Agora, ela está na contagem regressiva para a chegada de Lucca, que deve nascer em abril.

Mas será que é normal chegar ao 7º mês de gestação com apenas 1,5 kg a mais? Segundo a ginecologista e obstetra Maria Elisa Noriler, não. "Considerando todas as mudanças fisiológicas da gravidez (aumento de volume de mamas, útero, placenta, liquido amniótico), a paciente já teria um aumento de no mínimo 4 kg". O endocrinologista Dermival Pansera ainda afirma que somente esse aumento de peso até os 7 meses é "algo anormal e preocupante".

Aline ganhou 1%2C5 kg até o 7º mês de gestaçãoReprodução Internet

O médico alerta para os perigos de casos como de Aline: "ganhar muito pouco peso, não ganhar peso ou até mesmo perder peso durante a gestação pode provocar o que chamamos de crescimento intrauterino restrito do feto". Nesse caso, o risco do bebê ter problemas na gestação é cinco vezes maior do que em uma gravidez com ganho de peso normal. "O risco de morte durante o parto também é maior, assim como o risco de nascimento prematuro", completa Dermival.

Segundo a nutróloga Ana Luisa Vilela, o comum é que a grávida ganhe 1 kg por mês. Entretanto, ela não vê muitos problemas no caso da ex-BBB. "Se o bebê estiver no peso ideal e a mãe tiver com saúde, pode ser bom", comenta.

O que faz as mulheres engordarem pouco na gravidez?

Diversos fatores podem influenciar no peso da gestante. Veja exemplos:

Aline Gotschalg no sétimo mês de gestaçãoReprodução Internet

Algumas doenças e distúrbios podem levam as mulheres a ganharem pouquíssimo peso durante a gestação e isso deve ser tratado. "Este efeito é mais evidente em mulheres com distúrbios da auto-imagem (se acham mais gordas do que são), portadoras de vigorexia (excessiva preocupação em ter um corpo musculoso), portadoras de anorexia (se recusam a comer), nas bulímcas (comem e vomitam propositadamente), em mulheres com depressão grave, submetidas a alta carga de stress, aquelas que praticam atividade física excessivamente e nas que não possuem alimento à disposição (submetidas a fome involuntária)", enumara o endocrinologísta.

Sobrepeso antes de engravidar

Segundo Ana Luisa, é considerado normal engordar pouco para mulheres que já estavam acima do peso antes de engravidar. "É normal para as que têm sobrepeso ou peso acima da média, porque elas tendem a emagrecer no início da gestação e o peso do bebê dá lugar ao peso da mãe".

Genética

A ginecologista e obstetra Maria Elisa coloca na lista fatores como a genética e a tendência familiar. Pacientes com êmese gravídica (muito vômito nos primeiros meses de gestação), com alguns distúrbios de tireoide como o hipertireoidismo, com metabolismo mais acelerado ou tendência familiar genética de magreza podem entrar na lista dos que ganham pouco peso na gestação, de acordo com a especialista.

Quanto a mulher deve engordar na gravidez?

Não existe uma regra, mas a ginecologista revela que as pacientes com sobrepeso devem engordar entre 6 e 8 kg. Dermival completa. "Espera-se, em mulheres normais e em gestações normais, que o aumento de peso esteja acima de 11 kg, podendo chegar, na pior das hipóteses próximo a 15 kg, sendo 12 kg um valor adequado".

Reportagem: Beatriz Bradley

Fonte: iG

Últimas de Celebridades