Por roberta.campos

Rio - Se os admiradores de Beyoncé ficaram felizes com o álbum "Lemonade", lançado no sábado, dia 23, a cantora tem motivos para ficar ainda mais contente: a empolgação de seus fãs com o disco está rendendo cerca de R$ 11,5 milhões por dia para a cantora.

De acordo com a empresa BuzzAngle, que monitora as vendas de música online nos Estados Unidos, o disco vendeu 187 mil cópias por dia na segunda e terça, seguintes ao lançamento, gerando R$ 23,1 milhões só em dois dias.

'Lemonade'%2C lançado no sábado%2C dia 23%2C está rendendo cerca de R%24 11%2C5 milhões por dia para a cantoraReprodução


Apesar de estar disponível para streaming apenas no TIDAL, plataforma que pertence a Jay-Z, marido de Beyoncé, "Lemonade" está à venda no iTunes e na Amazon por preços maiores do que o comum: cerca de R$ 61, enquanto o preço normal é R$ 37.

Mesmo com números assustadores, o novo disco da cantora está vendendo menos do que o anterior, lançado em 2013. Na época, "Beyoncé" vendeu 205 mil cópias por dia nos três primeiros dias em que estava disponível, mas custava R$ 6 a menos do que "Lemonade". Por isso, o lucro diário de Beyoncé era de R$ 11,3 milhões por dia, R$ 200 mil a menos do que ela está ganhando agora.

Nos Estados Unidos, Beyoncé domina o top 10 das músicas mais compradas no iTunes. Das 10 faixas, sete são delas, incluindo as quatro primeiras. A mais comprada é o hit "Formation". Além da cantora, também estão no ranking Drake, Lukas Graham e Desiigner.

Você pode gostar