Comemoração do Dia da África tem debates e participação de Naldo Benny

Roteiro do evento também inclui shows com o Grupo Batacotô, Dudu Fagundes, Nego Álvaro, entre outros

Por O Dia

Naldo%3A festa com debate e showsDivulgação

Rio - Instituída em 1963, a comemoração do Dia da África acontece hoje. E o Rio também celebra a data com diversas atividades no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro, e também ao ar livre no Largo de São Francisco de Paula (onde fica o IFCS), a partir das 8h30, marcando o lançamento da Coordenadoria de Experiências Religiosas Tradicionais Africanas, Afro-Brasileiras Racismo e Intolerância Religiosa.

“Pretendemos promover o debate em torno das multiplicidades das experiências religiosas africanas e afro-brasileiras, aliado a temática do racismo e da intolerância religiosa, temas ‘caros’ para compreensão da formação religiosa do Brasil”, diz o coordenador Ivanir dos Santos.

O roteiro do evento inclui shows com o Grupo Batacotô, o “maestro das ruas” Dudu Fagundes (lançando o CD ‘Uma Beleza Rara’), o músico Nego Álvaro e participação também do funkeiro Naldo Benny. Haverá também desfile de moda com trajes africanos de Cabo Verde, Senegal, Congo, entre outros países africanos. O dia também traz vários debates, incluindo temas como Religiões Tradicionais Africanas (com os professores Hipólito Sogbos, Leatitia Abyon e Murilo Sebe Boh Meihy, às 10h15), Racismo (professores Jaciane Belquiades, Alain Pascal Kaly e Elé Semog, às 14h05) e Intolerância Religiosa (com as professoras Juliana B. Cavalcanti e Ediene Sales, às 15h25). Projetos como o Trança Terapia e o Odarah Produção Cultural Afirmativa também mostram seus trabalhos.

Últimas de Celebridades