Por leandro.eiro
Rio - A novela ‘Avenida Brasil’ foi a grande vencedora do 15º ‘Prêmio Contigo! de TV’, que aconteceu segunda-feira, no Copacabana Palace. Adriana Esteves e Murilo Benício receberam o troféu de melhor atriz e ator por Carminha e Tufão. José de Abreu ganhou a estatueta de ator coadjuvante por seu vilão Nilo e Mel Maia foi escolhida a melhor atriz infantil pela Rita criança. Já João Emanuel Carneiro levou os prêmios de melhor autor e melhor novela.
Adriana Esteves recebe o prêmio de melhor atriz por interpretar 'Carminha'Felipe Panfili e Roberto Filho / Ag. News


Os mestres de cerimônia Fernanda Torres e Luiz Fernando Guimarães divertiram a plateia com tiradas bem-humoradas. Fernandinha brincou com Domingos Montagner, melhor ator de série por ‘O Brado Retumbante’: “Homem bonito a gente começa logo a dar mole”.
Publicidade
Totia Meirelles, melhor atriz coadjuvante pela Wanda de ‘Salve Jorge’, agradeceu à autora Glória Perez por seu primeiro papel de vilã e a Adriana Esteves: “Minha grande mestra foi a Carminha”. Andréa Beltrão faturou o prêmio de melhor atriz de série pela Sueli de ‘Tapas e Beijos’, enquanto Titina Medeiros e Ivete Sangalo — que não pode comparecer — dividiram o prêmio de atriz revelação, respectivamente pela Socorro, de ‘Cheias de Charme’, e por Maria Machadão, de ‘Gabriela’. Aplaudidos de pé, Tarcísio Meira e Glória Menezes foram os homenageados da noite pelos 50 anos da telenovela brasileira.
A única estatueta conquistada por outra emissora que não a Globo foi para Jean Paulo Campos (na foto abaixo com Larissa Manoela e Maisa Silva), melhor ator infantil pelo Cirilo de ‘Carrossel’, do SBT. Fátima Bernardes foi eleita Mulher Extraordinária pela Loreal Paris. Quando já havia descido do palco, Pierre Emmanuel, diretor da empresa, a chamou novamente, dizendo que ela também havia ganho uma viagem para Paris.
50 anos da telenovela brasileira%3A Tarcísio Meira e Glória Menezes foram homenageadosFelipe Panfili e Roberto Filho / Ag. News


Publicidade
Entre as estrelas que brilharam no evento, Carolina Dieckmann com modelito Lethicia Bronstein; Rosanne Mulholland, de Barbara Bella; e Isabeli Fontana, de Tufi Duek.
Cauã Reymond não parecia estar muito no clima da festa. Ao entregar a estatueta de melhor autor para Ricardo Waddington, pois João Emanuel Carneiro não compareceu, não deu nem boa noite à plateia. E, assim como alguns dos eleitos, também não participou do jantar pós-premiação.