Por leandro.eiro
Rio - Doutor César Khoury (Antonio Fagundes) não se dá muito bem com seu filho, o gay enrustido e sem escrúpulos Félix (Mateus Solano), que mantém um casamento de fachada com Edith (Bárbara Paz) para tentar convencer o pai de que é tão ‘perfeito’ e ‘normal’ quanto sua irmã, Paloma (Paolla Oliveira), por quem o patriarca demonstra ter muito carinho. Se em ‘Amor à Vida’, novela das 21h que estreia semana que vem, o vilão Félix teme ser ainda mais rejeitado pelo pai por ser homossexual, na vida real, Antonio Fagundes garante que não seria problema se soubesse que um de seus filhos é gay.
Fagundes em locação no PeruDivulgação


“A opção sexual não tem tanta importância. E, sim, o caráter, a honestidade e a ética. O problema do Félix não é o fato de ser gay enrustido ou não: ele é mau-caráter, um canalha. Pode até ser que o personagem tenha problemas com isso, mas eu não teria”, diz Fagundes, que repete a dobradinha com Susana Vieira 15 anos após ‘Por Amor’, na qual viveram o casal Atílio e Branca. “Susana é a pessoa mais divertida que eu conheci nessa área, é muito gostoso gravar com ela. Em ‘Por Amor’, Atílio e Branca quase não gravavam juntos, era meio distante. Agora ela será minha mulher mesmo, vamos morar na mesma casa”, explica.
Publicidade
Algumas novelas depois (“Quando fiz a 30ª, parei de contar”), Fagundes acha graça do rótulo de galã que ainda lhe atribuem, aos 64 anos. “Nunca me irritou. Ao contrário, sempre agradeci. Minha filha mais velha sempre brinca quando sou eleito numa dessas coisas. Ela diz: ‘Poxa, pai, que povo bom, né?’”, diverte-se o ator. Ele garante não ver nada de mais quando está de frente para o espelho. “Vejo um homem de 64 anos. Nunca me achei bonito. Nunca olhei para o espelho e me considerei meu tipo de homem”, brinca.
Fagundes diz desconhecer o segredo para uma novela prender a atenção do telespectador hoje em dia e defende ‘Salve Jorge’, de Gloria Perez. “Se eu soubesse, juro por Deus que teria escrito esse livro para ficar milionário. Ninguém sabe. E não entendo por que uma novela que dá 67% de share é considerada um fracasso”, opina.