Por tabata.uchoa
Marina Ruy Barbosa diz que está tudo bem entre ela e Walcyr CarrascoAg. News

São Paulo - Ao lado de Alessandra Ambrósio, Giovanna Antonelli, Mariana Rios, Paloma Bernardi e Fiorella Mattheis, Marina Ruy Barbosa roubou as atenções na noite dessa quarta-feira durante o lançamento da linha de absorventes Always Platinum, em São Paulo.

Isso porque a atriz foi destaque na mídia nos últimos dias, por conta da suposta saia-justa entre ela e Walcyr Carrasco e da discussão se sua personagem Nicole, em “Amor à Vida”, rasparia ou não os cabelos.

“Não sei porque surgiu toda essa polêmica. Existem coisas muito mais importantes da personagem, ela tem uma história superbacana, linda, de amor, superação e fé. E acabou que o foco virou o cabelo”, disse ela.

'Está tudo ótimo'

Marina garantiu que não há clima ruim com o autor da trama e que não houve conflitos entre eles. “A minha relação com o Walcyr continua a mesma, está tudo ótimo. Isso tudo que saiu na mídia é pura especulação, a única declaração oficial é o que ele disse no Twitter, aquilo ali é a verdade [o autor escreveu ‘depois de tantos pedidos, não vou mais raspar a cabeça da Marina’]”.

Ela afirmou que não foi ela que exigiu a mudança na história de sua personagem e que, desde o início, nada estava certo sobre Nicole ficar careca. “A novela é uma obra aberta, desde o início eu sabia que tinham vários caminhos e várias opções de trama. Quando me fizeram o convite para a novela, me disseram que a personagem teria câncer e que contaríamos essa história. Mas fomos conversando durante esse processo e estamos vendo para que lado a personagem vai e como vai se desenrolar a história dela” explicou.

Punição?

Marina ainda comentou sobre a cena em que Nicole diz ser covarde e se nega a raspar os cabelos – a fala seria uma ‘punição’ de Walcyr Carrasco. “Ela fica com medo do Thales não gostar dela careca. Como tem pouco tempo de vida, ela quer continuar se sentindo bem. Então desiste na hora de raspar. Mas é importante dizer que as pessoas que estão fazendo quimioterapia têm várias preocupações, o cabelo é o que tem menos importância”, concluiu.

Você pode gostar