'Amor à Vida': 'O palhaço é o pai'

Valdirene (Tatá Werneck) parece que vai tomar jeito na vida

Por O Dia

ValdireneDivulgação

Rio - Valdirene (Tatá Werneck) parece que vai tomar jeito na vida. Depois de ser abandonada no altar por Ignácio (Carlos Machado) ao revelar que está grávida para o noivo estéril — desde que ele teve um acidente de cavalo, não pode ter filhos —, e ainda ter que voltar da igreja de ônibus vestida de noiva, a periguete tem a chance de fazer alguma coisa certa: revelar para todos que Carlito (Anderson Di Rizzi) é o pai do bebê que ela espera.

Em ‘Amor à Vida’, no dia 4 de setembro, todos reparam na periguete subindo a rua vestida de noiva. Ordália (Eliane Giardini) pergunta a Rinaldo (Marcelo Flores) a razão pelo noivo desistir do casório. Ele explica que Valdirene está grávida e que o filho não poderia ser de Ignácio. Imediatamente, todos olham para Carlito. “Vocês estão me olhando por quê?”, questiona. “Carlito, esse filho só pode ser seu”, responde Ordália. Não demora muito e eles vão até a casa de Márcia (Elizabeth Savalla). Carlito não se controla: “Eu estou orgulhoso. Se o filho é meu, você tá comigo, Delícia”. Ordália, apesar de estar emocionada, é mais prática: “Agora a gente precisa resolver o que vocês vão fazer”. Animado, Carlito logo propõe: “Já está resolvido! Lava aquele vestido de noiva e entra na igreja mais eu, Delícia”. Márcia não aguenta e explode com as visitas: “Você vai sustentar a minha filha com quê? Vai sustentar o meu neto como, despacho? Fora daqui!”, expulsa.

Valdirene fica irritada com a atitude da mãe e a reprime: “Mãezoca, você atrapalhou tudo. O Palhaço ia pedir eu em casamento”. Márcia devolve: “Quem disse que eu quero que você case com esse despacho?”. Valdirene lamenta: “Mas o Palhaço é o pai do meu filho. Ou filha. Ou uma mistura dos dois, sei lá, hoje tem de tudo no mundo”. Márcia finaliza: “Melhor você continuar solteira do que casar com um morto de fome. Eu vou pensar numa solução, Valdirene. Mas com o despacho você não casa!”.

Últimas de Televisão