Tablet gigante vira notícia em o ‘Navegador’

Novo programa da Globo News usa mesa especial para navegar e interagir com espectador

Por O Dia

Rio - O que tem a ver funk ostentação com energia solar? Acredite, há uma ligação. E é justamente links sobre o que está acontecendo e o que vai acontecer na cultura, política, comportamento e tecnologia que quatro amigos de uma década, Alê Youssef, Hermano Vianna, José Marcelo Zacchi e Ronaldo Lemos vão debater e propor discussões ao público a partir de sábado, às 20h30, no novo programa da GloboNews ‘Navegador’. 

José Marcelo Zacchi, Alê Youssef, Hermano Vianna e Ronaldo Lemos estreiam programa sobre inovação Divulgação


O tema de estreia é sobre o consumismo contemporâneo que ameaça o planeta, o que explica o fenômeno ostentação e energia solar na mesma matéria. “A ideia é compartilhar o que todo mundo está descobrindo e os temas vão se ligando uns aos outros durante a conversa”, explica Hermano. 

A maior e mais ousada novidade da atração fica por conta da moderna mesa com tecnologia touchscreen, parecida com um megatablet, que levou quase oito meses para ser elaborada e serve para conectar o telespectador ao conteúdo da atração. No final, todos os links vão para o site do programa para que o público possa se aprofundar nos assuntos. Os navegadores querem interatividade e sugestões. “A mesa não está ali por acaso. Queremos que as pessoas se relacionem com a informação. O programa aponta assuntos e abre caminho para a conversa continuar”, explica José Marcelo.

Ronaldo Lemos completa: “O desafio é chamar as pessoas para participar. Hoje, tem informações demais, as pessoas estão saturadas, é difícil saber o que é interessante.Então, essa é uma maneira de dizer: ‘Esse é o nosso filtro’”. Marido da atriz Leandra Leal, Alê Youssef acrescenta que o grupo tem predileção pelo universo pop. “É importante que os assuntos sejam facilmente compreendidos para gerar o debate. Não adianta a gente ficar falando sobre coisas que ninguém entende. Queremos abrir possibilidade para as pessoas discutirem o que estamos trazendo. Gostamos de brincar e provocar aqueles que se acham mais inteligentes do que os outros por não gostarem do popular”, instiga Alê.

Hermano Vianna, antropólogo, irmão do músico Herbert Vianna, depois de 25 anos atrás das câmeras — hoje, ele atua na criação do ‘Esquenta!’ (Alê e José Marcelo também, são comentaristas), de Regina Casé, na Globo — topou inverter os papéis e passar para a linha de frente. Para isso, terá que vencer um desafio e tanto: a timidez. “Os três (amigos) que me convenceram. É muito estranho, não gosto de me ver. Não vi o documentário sobre a vida do Herbert (‘Herbert de Perto’) nem o filme ‘Somos tão Jovens’, que tem um ator que me interpreta. Eu tenho vergonha, mas até que estou achando interessante”, assume Hermano.

Últimas de Televisão