Por daniela.lima
'Amor à Vida'%3A Glauce confessa a Bruno que deixou sua mulher morrer no partoDivulgação

Rio - Depois de desmascarada, Glauce (Leona Cavalli) confessa a Bruno (Malvino Salvador) que deixou sua mulher, Luana (Gabriela Duarte), morrer no parto porque o amava. Logo em seguida, depois de jantar com Félix (Mateus Solano) e tomar muito champanhe, a médica bate com o carro e morre. 

Na sequência de ‘Amor à Vida’, a partir do dia 16, Lutero (Ary Fontoura) confirma as suspeitas de que Glauce matou Luana e o bebê, ao dispensar o cardiologista que atendia na emergência na noite do parto. Ele conta tudo a Paloma (Paolla Oliveira), que acha que, antes de denunciar o caso ao Conselho de Medicina e dar queixa à polícia, têm que falar com Bruno.

Chocado, o corretor procura Glauce e dispara: “Agora sei de tudo. Você matou a minha mulher e o meu filho. Assassina!” Glauce confessa: “É verdade. Deixei sua mulher morrer porque te amava! Mas queria que seu filho ficasse vivo. Estou confessando. Não chamei o cardiologista.” Bruno reage:
Publicidade
“Que amor é esse? Isso não é amor, é obsessão!” Glauce: “Dê o nome que quiser. Eu te amava, te amo ainda!” A médica agarra Bruno: “Me dá o beijo que esperei a vida toda.” Fora de si, ele aperta o pescoço de Glauce e só não a estrangula porque Lutero e Paloma aparecem.
Sem saída, Glauce janta com Félix e lhe entrega uma carta em que confessa ter matado a enfermeira Elenice (Nathalia Rodrigues), a mulher de Bruno e o filho dele. Mas, ao sair dirigindo do restaurante, sofre um acidente e morre.
Você pode gostar